“La Bodeguita”: história interrompida

Por Ulysses Maldonado F.

Um dos lugares mais reconhecidos e emblemáticos do antigo centro comercial de Elephant and Castle, o restaurante La Bodeguita está fechado por tempo indeterminado. Interrompe assim uma história começada em 2001, desde então tornando-se um importante ponto de encontro para a comunidade latino-americana, e um lugar para comensais de todo o mundo conhecerem os pratos típicos da Colômbia.

A proprietária da casa Diana Sach diz que acreditou no projecto de reurbanização da área. “O Council aprovou um pedido de realocação e o senhorio deveria tê-lo feito, mas foi-me dada uma unidade que tem tijolos por todo o lado, tem praticamente de ser refeita e eu tenho de gastar um milhão de libras nisso”, relatou à reportagem.

A proprietária da casa Diana Sach diz que acreditou no projecto de reurbanização da área

Diana afirma que a construtora Delancey declarou que só os iria apoiar com £ 200.000 para um sítio que não é sua propriedade. “O que vejo é que isto não é viável porque se fosse um investidor, talvez as coisas fossem diferentes”, diz.

Neste momento, o Council não permite aos inquilinos do espaço contratar os seus próprios construtores. Diana afirma também que teve de rejeitar uma das duas unidades que lhes tinham sido dadas porque a carga era mais elevada e decidiram manter apenas uma avaliada em £ 700.000.

Neste momento, a situação económica do negócio é muito difícil, devido ao encerramento com um ano sem salários, um ano sem rendimentos, e sem o apoio do Council.

“Quero que o Council compreenda toda a situação e como nós fomos geradores de emprego e conseguimos integrar a comunidade com o reconhecimento de que o Bodeguita ganhou com o tempo”, diz. “A verdade é que tenho fé que alguém nos ouça e abra a porta porque há outros comerciantes que estão a passar pela mesma situação”,  diz Diana Sach.

“Sinto-me mal porque apoiei o projeto de Elephant and Castle porque pensei que estava na altura de chegar o novo desenvolvimento, mas nunca pensei que ficaria nesta condição.”

Também pode interessar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *