Três quartos dos adultos britânicos vacinados com a primeira dose

Mais de três quartos dos adultos britânicos receberam a primeira dose de uma vacina COVID-19, mostram os últimos números publicados na quarta (02/06), à medida que o programa de vacinação continua em ritmo acelerado.

Os serviços de saúde no Reino Unido já administraram mais de 65,6 milhões de vacinas entre 8 de dezembro e 1 de junho, incluindo mais de 39,5 milhões de pessoas com sua primeira dose (75,2%) e mais de 26 milhões com ambas as doses (49,5%).

Esta semana, os ministros da saúde do G7 se reunirão antes da cúpula do líder, ocasião em que o ministro da Saúde elogiará os esforços do NHS, voluntários e cientistas durante o último ano no desenvolvimento do programa de vacinas, lançado há seis meses.

A cúpula dos Ministros da Saúde do G7 segue o anúncio feito na semana passada de que a vacina COVID-19 de dose única de Janssen foi autorizada para uso pelo órgão regulador de medicamentos do Reino Unido, o MHRA.

Esta é mais uma arma na luta do Reino Unido contra a pandemia. No início deste ano, a vacina Janssen mostrou ser 67% eficaz em geral na prevenção da infecção pela COVID-19 e 85% eficaz na prevenção de doenças graves ou hospitalização.

O ministro de Saúde e Assistência Social, Matt Hancock, disse: “Embora tenhamos chegado tão longe em menos de seis meses desde que a primeira vacina autorizada do mundo foi administrada no Reino Unido, nosso trabalho vital não está concluído. Devemos redobrar nossos esforços na segunda dose para garantir que o maior número possível de pessoas tenha a máxima proteção.”

“Diminuímos o intervalo de 12 a 8 semanas para uma segunda dose, e todas as pessoas com mais de 30 anos agora são elegíveis para a vacina. Encorajo a todos a se apresentarem quando a oferta chegar e desempenharem um papel para nos colocar de volta à normalidade.”

Um estudo recente da Public Health England (PHE) mostra que 2 doses das vacinas COVID-19 são altamente eficazes contra a variante Delta (B.1.617.2), identificada pela primeira vez na Índia. A eficácia da vacina contra doenças sintomáticas da variante Delta é semelhante após 2 doses em comparação com a variante Alpha (B.1.1.7, identificada primeiro em Kent), dominante no Reino Unido, e esperamos ver níveis ainda mais altos de eficácia contra hospitalização e morte.

Fonte: Gov.uk

Imagem: Unsplash

Também pode interessar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *