PROGRAME-SE

A agenda cultural da comunidade lusófona no Reino Unido

Por Osvaldo Lélis

SAMBA E PIQUENIQUE NO HYDE PARK – 30 de maio (domingo)

Com as temperaturas em alta e as reduções das restrições sociais neste mês de maio, a comunidade começa a organizar encontros bem ao estilo brasileiro: ao ar livre e com muita música. No dia 17/05, o grupo Samba de Bamba UK retomou as rodas de samba no parque com piquenique. Já tem outro encontro marcado para o dia 30/05.

“No dia 30 de maio vamos de samba no pé e no parque”, explica Odila Giunta, organizadora dos eventos.

Os encontros acontecem no Hyde Park, perto do Serpentine Cafe, a partir das 14h. Embora seja uma iniciativa da comunidade brasileira, todas as nacionalidades são bem-vindas.

Samba de Bamba UK é uma associação cultural e educacional dedicada inteiramente ao ritmo brasileiro. A ideia do grupo, fundado pela cantora e jornalista Odila Giunta, é resgatar a cultura do samba tradicional, assim como os nomes que fizeram parte do surgimento do ritmo.

“Acreditamos que criando um espaço de fala é que a gente cria também um lugar de aprendizado, um lugar que acolhe as memórias e aqui, além de cantá-las, nós queremos ouvi-las”, diz Odila.

Samba de Bamba UK tem uma coluna no jornal Notícias em Português onde o coletivo publica conteúdo histórico e social e mostra como o samba reflete nas letras, no comportamento, na memória e nos costumes que são a referência de um povo e de uma nação.

Para saber mais sobre as rodas de samba no parque e sobre o Samba de Bamba UK, siga o grupo no Instagram (@sambadebamba_uk), Facebook (Samba de Bamba UK) e YouTube (Samba de Bamba UK).

Foto: Pixabay

TEATRO PARA JOVENS LATINOS

Um centro para jovens amantes do teatro abre suas portas pela primeira vez em Southwark. O Latinx Youth Theatre reúne alguns dos principais profissionais do teatro de Londres, visitas culturais e masterclasses com especialistas da indústria para ajudar jovens e criativos performers a desenvolver sua paixão em uma prática criativa profissional.

Ao misturar o melhor dos estilos de atuação latino-americanos e britânicos, esta é uma oportunidade única para o jovem latino-americano cultivar seus talentos em um ambiente seguro, aprender habilidades para a vida, encontrar sua voz e compartilhá-la com a indústria teatral de Londres e o mundo.

O LYT está procurando 20 jovens latinos de 14 a 19 anos que vivem em Southwark para juntar-se a eles nesta jornada. Se você adora cantar, dançar ou atuar de qualquer forma e quer levar o teatro e as artes a sério, essa pode ser uma ótima oportunidade.

As oficinas começam no sábado, 29 de maio, e acontecem semanalmente durante 22 semanas, das 14h às 17h. Todos os workshops acontecerão no The Southwark Playhouse, no El Barrio em Elephant and Castle. Para mais informações e se inscrever basta acessar www.theworkingpartyuk.org/lyt . Além do inglês, o pessoal do LYT também fala português e espanhol.

Foto: Divulgação

NOTÍCIAS EM PORTUGUÊS INDICA

MARIO BAKUNA – BRAZILIAN LANDSCAPES

Lançado no último dia 1º  de maio, Brazilian Landscapes é o novo projeto idealizado por Mario Bakuna com arranjos de Mario Bakuna, Matheus Nova, Marcinho Pereira e Sam Watts. A banda toca novos arranjos de grandes compositores como Emilio Santiago, Marcos Valle, Claudio Bertrami, Rique Pantoja, Gilberto Gil, Djavan, João Bosco, Arismar do Espírito Santo, e os forrozeiros Dominguinhos e Luiz Gonzaga, celebrando o melhor da música brasileira.

O disco é o resultado de anos de inspiração das viagens de Bakuna pelo Brasil e vivenciando sua riqueza rítmica e harmônica: forró, baião, xaxado, Ijexá, Samba, Bossa Nova.

O disco pode ser adquirido em formato digital plataforma Bandcamp https://mariobakuna.bandcamp.com/  e pode ser ouvido em plataformas de streaming como o Spotify ou Apple Music.

Foto: Divulgação

OS SALAFRÁRIOS

Lançado em abril desse ano, a comédia Os salafrários é estrelada pelos comediantes Marcus Majella e Samantha Samantha Schmütz e conta a história do golpista Clóvis e da empreendedora Lohane, irmãos adotivos que se reencontram após anos separados.

Clóvis está sendo procurado pela polícia federal após aplicar uma série de golpes e Lohane passa por maus bocados após perder seu trailer pela fiscalização da prefeitura, o qual era sua única fonte de renda. Juntos novamente, eles passam por várias situações enquanto Clóvis foge da polícia.

A comédia é uma produção original da Netflix e é necessário assinatura para acessar o filme. Mais informações pelo site www.netflix.com.

Foto: Divulgação

PRIMEIRO EU TIVE QUE MORRER – LORENA PORTELA

Lorena Portela é uma jornalista e redatora cearense. Deixou Fortaleza em 2015 e, após 5 anos em Lisboa, vive hoje em Londres. Publicou seu romance de estreia ‘Primeiro eu tive que morrer’ de forma independente, durante os meses de confinamento impostos pela Covid-19.

“Primeiro eu tive que morrer” conta sobre uma jovem publicitária que é pressionada a uma pausa e se refugia na vila paradisíaca de Jericoacoara, no Ceará, Nordeste do Brasil. Sob o sol, entre mergulhos no mar e os temperos daquela terra, sob a lua, entre gozo e sombra, reconecta-se com outras mulheres, apaixona-se e vive um comovente e misterioso renascimento.

O romance está disponível para venda nas formas física e digital no link https://linktr.ee/portelori.

Foto: Divulgação

Também pode interessar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *