Mais um jovem esfaqueado até a morte em Londres

Em Londres, a epidemia de crimes com facas contra adolescentes continua. O último caso relatado é o de um rapaz de 18 anos, conhecido como Junior Jah, que sofreu facadas fatais após ter sido atacado na terça-feira à tarde (27/04), em Coolfin Road, Canning Town, a poucos metros da sua casa.

A morte de Junior Jah ocorreu poucos dias após o esfaqueamento fatal de Fares Maatou, de 14 anos, que morreu na sexta-feira (23/04), em East Ham. E aconteceu no mesmo dia que dois outros adolescentes, um de 17 e um de 18 anos, sofreram ferimentos de facadas no leste de Londres.

Em 2021, esta última morte eleva o número de assassinatos de adolescentes em Londres para 12, apenas menos três do que os 15 em 2020, e no bom caminho para ultrapassar o número de 26 registados em 2019.

A última vítima da epidemia de crimes com faca na adolescência de Londres, Junior Jah era o irmão mais novo de outra vítima de homicídio com faca, revelou hoje a sua família. O seu irmão mais velho, Ahmed Jah, de 21 anos, foi morto com várias facadas em 2017.

A família está devastada ao tentar aceitar a sua dupla perda, no meio de avisos de que a epidemia de crimes com facas de Londres está a ficar fora de controlo. A sua tia Yvette Goodhew disse: “Junior era um rapaz doce, humilde e adorável. Ele amava a sua família, amava a vida. Ele adorava o futebol. É tão cruel o que tem acontecido. Precisamos impedir os jovens de carregar facas”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *