Uma dose de vacina Covid-19 pode reduzir a transmissão doméstica pela metade

Um novo estudo da Public Health England (PHE) mostrou que uma dose da vacina contra a Covid-19 reduz a transmissão doméstica em até a metade.

Estudos já demonstraram que ser vacinado contra o coronavírus reduz significativamente seu risco de ser infectado.

Essa nova pesquisa, divulgada pelo ministério da Saúde, mostra que aqueles infectados três semanas após receberem uma dose da vacina Pfizer-BioNTech ou AstraZeneca tinham entre 38% e 49% menos probabilidade de passar o vírus para seus contatos domésticos do que aqueles que não foram vacinados.

A proteção foi observada por volta de 14 dias após a vacinação, com níveis de proteção semelhantes, independentemente da idade dos casos ou contatos.

Esta proteção está além do risco reduzido de uma pessoa vacinada desenvolver uma infecção sintomática em primeiro lugar, que é de cerca de 60 a 65% – quatro semanas após uma dose de qualquer uma das vacinas.

Os domicílios são ambientes de alto risco para transmissão e fornecem provas precoces sobre o impacto das vacinas na prevenção da transmissão posterior. Resultados similares poderiam ser esperados em outros ambientes com riscos de transmissão similares, tais como acomodações compartilhadas e prisões.

O estudo incluiu mais de 57.000 contatos de 24.000 domicílios nos quais havia um caso confirmado pelo laboratório que havia recebido a vacinação, em comparação com quase 1 milhão de contatos de casos não vacinados.

O Secretário de Saúde e Assistência Social, Matt Hancock, disse: “Esta é uma excelente notícia – já sabemos que as vacinas salvam vidas e este estudo é o dado mais abrangente do mundo real mostrando que elas também cortam a transmissão deste vírus mortal. Reforça ainda mais que as vacinas são a melhor maneira de sair desta pandemia, pois protegem você e podem evitar que você infecte alguém em sua casa sem saber.”

Estudos anteriores do PHE mostraram que tanto as vacinas Pfizer-BioNTech quanto as vacinas AstraZeneca são altamente eficazes na redução das infecções por Covid-19 entre pessoas mais velhas, com 10.400 mortes prevenidas nos maiores de 60 anos até o final de março.

A PHE também está realizando estudos separados sobre o efeito da vacinação na transmissão na população em geral.

Fonte: Gov.uk

Imagem: Pixabay

Também pode interessar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *