Bares ao ar livre, salões de beleza e spas reabrem a partir de 12/04

Bares e restaurantes ao ar livre estão entre os negócios que reabrirão na Inglaterra a partir da segunda-feira (12/04), depois que o primeiro-ministro Boris Johnson confirmou que os “quatro testes” do governo para flexibilizar as restrições da Covid-19 foram cumpridos.

No entanto, Boris continuou a insistir em cautela, sem mudanças nas regras de contato social e com muitas restrições ainda em vigor. As reuniões ao ar livre ainda devem ser limitadas a 6 pessoas ou 2 casas, e não se deve socializar dentro de casa com ninguém com quem não se vive ou com quem não tenha formado uma bolha de apoio.

Antes de prosseguir para esta etapa, o governo estudou os últimos dados para avaliar o impacto da primeira etapa, que começou quando as escolas reabriram no dia 8 de março.

A avaliação foi baseada em quatro testes:

– O programa de distribuição de vacinas continua com sucesso.

– As evidências mostram que as vacinas são suficientemente eficazes na redução de hospitalizações e mortes naqueles vacinados.

– As taxas de infecção não correm o risco de um surto em hospitalizações que colocaria uma pressão insustentável sobre o NHS.

– A avaliação dos riscos não é fundamentalmente alterada por novas variantes de preocupação.

Conforme estabelecido no roteiro, são necessárias cerca de quatro semanas para ver o impacto nos dados da etapa anterior.

O governo também se comprometeu a fornecer mais uma semana de aviso prévio às empresas.

A partir de segunda-feira (12/04), instalações comerciais poderão ser reabertas – com a aplicação das regras sobre contato social. Os ambientes internos só devem ser visitados sozinhos ou com grupos domésticos, com ambientes externos limitados a seis pessoas ou dois domicílios.

Isto inclui o varejo não essencial; instalações de cuidados pessoais como cabeleireiros, salões de beleza e de unhas; e instalações de lazer cobertas como ginásios e spas (mas não inclui saunas, que devem ser abertas na etapa 3).

A pernoite fora de casa na Inglaterra será permitida e acomodações autônomas também poderão ser reabertas, embora só devam ser utilizadas por membros da mesma casa ou da bolha de apoio.

Edifícios públicos como bibliotecas e centros comunitários também poderão ser reabertos.

A maioria dos ambientes e atrações ao ar livre também poderão reabrir, incluindo hospitalidade ao ar livre, zoológicos, parques temáticos, cinemas e eventos drive-in.

Os locais de hospitalidade poderão abrir para serviço ao ar livre, sem a exigência de uma refeição substancial a ser servida junto com álcool, e sem toque de recolher. A exigência de comer e beber enquanto sentado permanecerá.

As pessoas devem continuar a trabalhar de casa se puderem e minimizar as viagens domésticas quando puderem. Os feriados internacionais ainda são ilegais.

O número de visitantes de casas de repouso também aumentará para dois por residente e todas as crianças poderão assistir a qualquer atividade infantil interna, incluindo esporte, independentemente das circunstâncias.

Grupos de pais e filhos de até 15 pessoas (sem contar crianças com menos de cinco anos) podem se reencontrar dentro de casa.

Os funerais podem continuar com até 30 participantes. Casamentos, recepções ao ar livre e eventos comemorativos poderão ser realizados com até 15 participantes (em locais com permissão de abertura).

O governo também está publicando uma atualização sobre as 4 revisões estabelecidas no roteiro para determinar quais medidas podem ser necessárias a partir do verão.

Nos próximos meses será desenvolvido um sistema de certificação do status Covid que poderá permitir a abertura de ambientes de maior risco com mais segurança e com mais participantes. Também será desenvolvido um sistema que levará em consideração três fatores: vacinação, um teste negativo recente ou imunidade natural (determinada com base em um teste positivo realizado nos seis meses anteriores).

Os pilotos de eventos ocorrerão a partir de meados de abril para testar o sistema. Todos os pilotos estão verificando o status Covid. Inicialmente isso será feito apenas através de testes, mas posteriormente a vacinação e a imunidade adquirida deverão ser formas alternativas de demonstrar o status.

Fonte: Gov.uk

Imagem: Unsplash

Também pode interessar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *