Grupo português de UK organiza debate sobre os efeitos da pandemia na vida de mulheres

Imagem: Unsplash

O grupo Migrantes Unidos, formado por migrantes, ex-migrantes e descendentes de migrantes portugueses no Reino Unido, organiza um debate sobre o impacto da pandemia na vida das mulheres. Com o tema “The burden of the pandemic on women” (O peso da pandemia nas mulheres), o encontro online e gratuito debaterá questões como trabalho, acúmulo de funções e violência doméstica no domingo (7/03).

Será uma oportunidade para encontrar suporte e entender como diminuir os impactos sociais e econômicos de uma crise como a pandemia, que muitas vezes atingem mais duramente as mulheres.

De acordo com a consultoria americana McKinsey & Company, as mulheres têm uma probabilidade 1,8 vezes maior do que seus colegas homens de perder seus empregos devido à pandemia. Isto se explica em parte pelo setor hoteleiro e varejista ser o mais atingido, assim como pelas desigualdades econômicas de gênero que já existiam.

Como explica o texto de apresentação do evento, que ocorrerá às 16h30 (horário de UK): “Desde as mães solteiras que têm que fazer o trabalho de mãe e pai ao mesmo tempo, até as mulheres que têm parceiros mas são mais propensas a assumir responsabilidades de cuidado, a recessão e a austeridade já estão afetando mais as mulheres do que os homens.

“Ao acrescentar a dimensão da raça, a situação é ainda mais grave: entre os trabalhadores de primeira linha e essenciais há maioria de mulheres de minorias raciais, tornando-as, portanto, mais vulneráveis à contratação da Covid-19.”

No quesito trabalho informal, os organizadores do evento chamam atenção para a dificuldade em reivindicar o apoio do governo, pois ocupações como de babá, limpeza e trabalho sexual são frequentemente pagas em dinheiro e tendem a não ser protegidas pela legislação estadual ou representadas por sindicatos.

A pandemia também aumentou o risco enfrentado pelas mulheres que sofrem violência doméstica. Além do confinamento resultar em mais tempo ao lado de seus agressores, o estresse da pandemia também torna mais provável a ocorrência de agressões graves.

Para participar da conversa, que terá como uma das mediadora a professora e poeta Sandra Guerreiro, é preciso fazer inscrição no site Eventbrite, no link: https://www.eventbrite.co.uk/e/the-burden-of-the-pandemic-on-women-tickets-141737955039?fbclid=IwAR0xBM54ZcljB8-y8n1ud3-JVz4AXpYicHauhMe3cU5qGmOefLtpC3DopFQ

“The burden of the pandemic on women”

No domingo (7/03), às 16h30 (horário de UK)

Acesso gratuito

Também pode interessar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *