Rishi Sunak anuncia pacote de ajuda a empresas afetadas pelo terceiro confinamento

Por Pilar Salcedo

Empresas dos setores da economia mais afetados pelas novas e mais duras medidas de contenção anunciadas pelo primeiro-ministro Boris Johnson receberão subvenções de até £9.000 em um pacote de apoio financeiro de £4,6 bilhões destinado a mantê-las em funcionamento até a primavera.

O chanceler Rishi Sunak disse que o Tesouro forneceria subsídios suplementares únicos para cerca de 600.000 empresas de varejo, hotelaria e lazer, cada uma das quais pode reivindicar até £9.000.

Haverá também um novo fundo discricionário de £594 milhões disponível para os conselhos apoiarem outras empresas que não são elegíveis para tais subsídios, mas que são afetadas pelas restrições. Como parte do pacote de ajuda, o governo escocês receberá £ 375 milhões; o governo galês, £ 227 milhões e o executivo da Irlanda do Norte, £ 127 milhões.

Reconhecendo que o período que se avizinha é difícil, o ministro da Fazenda disse que o governo está intensificando os esforços para proteger os empregos e evitar o colapso das empresas.

Sunak também insinuou que mais apoio poderia ser oferecido no final do ano, dizendo que ele faria um balanço da gama de apoio implementado e estabeleceria a próxima etapa da resposta econômica ao coronavírus no orçamento no início de março.

Apesar disso, os líderes empresariais expressaram a preocupação de que este apoio adicional não será suficiente para salvar milhares de empresas da crise.

O primeiro-ministro Boris Johnson terá encontro com os líderes empresariais do Reino Unido, quando se espera que ele seja pressionado para obter mais assistência financeira, já que as empresas enfrentam novos desafios ao não serem capazes de negociar sob o terceiro confinamento nacional.

Também pode interessar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *