Brexit: negociações continuam, embora no-deal parece mais provável

Imagem: Gov.uk

As negociações para saída do Reino Unido da União Europeia, marcada para o dia 31/12, continuarão mesmo findo todos os prazos previstos inicialmente. Uma fonte  da BBC disse que “o processo ainda tem algumas pernas”.

Boris Johnson, por sua vez, declarou em vídeo publicado pelo governo que uma saída sem acordo se desenha como mais provável, embora concorde que é importante “seguir por uma milha extra”.

No domingo (13/12), o primeiro-ministro britânico e a presidente da Comissão Europeia Ursula von der Leyen publicaram uma declaração em conjunto. Leia tradução para o português:

“Tivemos um telefonema útil esta manhã. Discutimos os principais tópicos não resolvidos. Nossas equipes de negociação têm trabalhado dia e noite nos últimos dias. E, apesar da exaustão após quase um ano de negociações, apesar do fato de que os prazos têm sido perdidos repetidamente, achamos que é responsável, neste momento, ir além. Assim, mandatamos nossos negociadores para continuar as negociações e para ver se é possível chegar a um acordo mesmo nesta fase tardia.”

As conversas continuam, mas o fim parece claro.

Boris acrescentou, também no domingo (13): “Tenho que repetir que o mais provável agora é, naturalmente, que temos que nos preparar para os termos da OMC. Até onde posso ver, há algumas questões sérias e muito difíceis que atualmente separam o Reino Unido da UE e a melhor coisa a fazer agora para todos… [é] nos prepararmos para o comércio nos termos da OMC”.

Também pode interessar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *