As principais vacinas Covid-19 e suas diferenças

Imagem: Pixabay

Produtor: Pfizer-Biontech

Países da patente: EUA e Alemanha

Modo de uso: 2 doses, com 3 semanas entre uma e outra.

Eficácia: 95%

Regras de estocagem: Temperatura de -70C. Em temperatura normal de geladeira, por apenas cinco dias.

Custo por dose: £15

Tipo: mRNA

Vacinas convencionais são produzidas a partir de formas enfraquecidas do vírus, mas as mRNAs utilizam apenas o código genético. Ao ser injetada no corpo, entra nas células e impulsiona a criação de antígenos, que serão reconhecidos pelo sistema imunológico para combater o coronavírus.

Nenhum vírus real é necessário para criar uma vacina mRNA, o que aumenta a capacidade de produção. Este tipo de vacina tem sido usado em surtos de doenças infecciosas. O problema é que exige desafios logísticos por causa da temperatura de estocagem e transporte.

A vacina Pfizer-Biontech não tem sido recomendada a pessoas com alergias graves, crianças e grávidas.

Produtor: Moderna

País da patente: EUA

Modo de uso: 2 doses, com 4 semanas entre uma e outra.

Eficácia: 94,1%

Regras de estocagem: Temperatura de -20C por até 6 meses

Custo por dose: £25

Tipo: mRNA

Ninguém que foi vacinado com a mRNA-1273 desenvolveu coronavírus severo. Os testes envolveram 30.000 pessoas nos EUA, sendo que a metade recebeu duas doses da vacina, com quatro semanas de intervalo. O restante teve injeções de placebo.

A análise foi baseada nas primeiras 95 que desenvolveram os sintomas da Covid-19. Apenas cinco deles haviam recebido a vacina, os outros 90 receberam placebo. A empresa diz que a vacina está protegendo 94,5% das pessoas.

A empresa americana está em processo de aprovação regulatória para sua vacina nos Estados Unidos.

Produtor: Oxford-Astrazeneca

País da patente: Inglaterra

Modo de uso: 2 doses, com 4 semanas entre uma e outra.

Eficácia: 62-90%

Regras de estocagem: Temperatura regular de geladeira, 2C-8C

Custo por dose: £3

Tipo: Viral vector

Não é uma vacina mRNA, mas sim uma versão enfraquecida inofensiva de um vírus que causa o resfriado comum nos chimpanzés. O governo britânico comprou 100 milhões de doses, suficiente para vacinar a maioria da população.

Os pesquisadores ainda estão coletando dados sobre a eficácia da vacina em grupos etários mais velhos enquanto aguardam a aprovação do órgão regulador do Reino Unido, o MHRA.

AstraZeneca disse que estava explorando combinações de diferentes vacinas para descobrir se a mistura leva a uma melhor resposta imunológica. Uma das combinações estuda é com a russa Sputnik V.

Produtor: Gamaleya (Sputnik V)

País da patente: Rússia

Modo de uso: 2 doses, com 3 semanas entre uma e outra.

Eficácia: 92%

Regras de estocagem: Temperatura regular de geladeira, 2C-8C

Custo por dose: £7.5

Tipo: Viral vector

Em um comunicado à imprensa, o Gamaleya National Center of Epidemiology and Microbiology, de Moscou, informou que uma análise provisória de um ensaio em larga escala em andamento na Rússia havia encontrado 92% de eficácia para sua vacina “Sputnik V”.

O comunicado citou o ministro da saúde russo dizendo que os resultados demonstram que o Sputnik V “é uma solução eficiente para deter a propagação da infecção pelo coronavírus”. No entanto, faltam dados oficiais públicos que confirmem a eficácia.

A população russa começou a ser vacinada. A recomendação é que pessoas que tomem essa vacina passem 42 dias sem beber álcool.

Também pode interessar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *