Londres aumenta nível de alerta por coronavírus

Londres e as seguintes regiões passarão do nível Médio para o Alto a partir de sábado, 17 de outubro:

Londres (os 32 bairros e a cidade de Londres)
Elmbridge
Essex (área coberta apenas pelo Conselho do Condado de Essex)
Barrow-in-Furness
Iorque
North East Derbyshire
Erewash
Chesterfield

Isso significa que, para essas áreas, serão implementadas as seguintes medidas:

As pessoas não devem encontrar ninguém fora de casa ou apoiar a bolha em qualquer lugar gar fechado, seja em casa ou em um lugar público.

As pessoas não devem se reunir em um grupo de mais de 6 ao ar livre, mesmo em um jardim ou outro espaço.

As pessoas devem tentar reduzir o número de viagens que fazem sempre que possível. Se precisarem se locomover, devem caminhar ou andar de bicicleta sempre que possível, ou planejar com antecedência e evitar os horários de pico no transporte público.

Essas medidas serão revistas a cada 14 dias para ver se ainda são adequadas.

A taxa de infecções por COVID-19 está aumentando rapidamente em todo o Reino Unido. O ONS estima que uma em 240 pessoas na Inglaterra teve o vírus na semana de 25 de setembro a 1º de outubro e que o número de infectados dobra a cada sete a 12 dias. Os casos não são distribuídos uniformemente e as taxas de infecção aumentam mais rapidamente em algumas áreas do que em outras.

Em Londres, as taxas de infecção estão em uma trajetória ascendente acentuada, com o número de casos detectados pelo NHS Test and Trace dobrando nos últimos dez dias. A taxa média de casos em 7 dias hoje é de 97 por 100.000 pessoas, aumentando dramaticamente.

Em 13 distritos, a taxa é agora superior a 100 por 100.000, com Hackney em 134, Richmond upon Thames em 138 e Ealing em 144.

O primeiro pico mostrou que a infecção pode se espalhar rapidamente e colocar grande pressão no NHS. Portanto, após ter discutido com as lideranças locais, o governo tomou a decisão de agir agora para reduzir a infecção.

Todos os dados disponíveis para áreas que passarão para o nível de alerta local alto no sábado foram avaliados pelo governo, incluindo o secretário de Saúde e Assistência Social, NHS Test and Trace, o Joint Biosecurity Centre (JBC), Public Health England (PHE), o Diretor Médico e o Gabinete do Governo.

Os dados avaliados incluem a incidência, a positividade do teste e a taxa de crescimento do vírus.

“É essencial que esses surtos sejam contidos para proteger vidas e nosso NHS e evitar maiores danos econômicos no futuro. Enfrentamos um novo desafio com a aproximação do inverno e sabemos que, mesmo os casos leves de COVID-19, podem ter consequências devastadoras para pessoas de todas as faixas etárias, juntamente com o risco de COVID prolongado.

“Nossa estratégia é suprimir o vírus e, ao mesmo tempo, apoiar a economia, a educação e o NHS, até que uma vacina eficaz esteja amplamente disponível. A ação local está no centro de nossa resposta, e o envolvimento com as autoridades locais é e continuará a ser uma parte fundamental deste processo”, disse o secretário de Saúde e Assistência Social Matt Hancock.

Falando na Câmara, o funcionário disse:

“Eu sei que essas restrições são difíceis para as pessoas. Eu odeio o fato de que temos que trazê-lo. Mas é essencial que o façamos, tanto para manter as pessoas seguras quanto para prevenir maiores danos econômicos no futuro.

“Quando um vírus está se movendo rapidamente, não podemos ficar parados. E se agirmos coletivamente, sabemos que podemos controlar o vírus, porque já o fizemos antes.”

Em 12 de outubro, o governo introduziu um novo quadro simplificado para intervenções locais com base em três novos níveis de alerta COVID.

Pode interessar à você: Saiba mais sobre os novos níveis de alerta locais de Covid-19, determinados pelo primeiro ministro.

O verificador de código postal mostra qual nível de alerta é aplicado em cada área. O aplicativo NHS COVID-19 também direcionará as pessoas a essas informações.

“Fornecemos £ 3,7 bilhões em financiamento às autoridades locais na Inglaterra para responder à pressão sobre todos os seus serviços.”

O primeiro-ministro também anunciou na segunda-feira, 12 de outubro, um financiamento adicional de cerca de £ 1 bilhão que fornecerá às autoridades locais dinheiro extra para proteger serviços vitais. O governo divulgará mais informações em devido tempo sobre como esse novo financiamento será alocado.

Há um guia para cada nível de alerta COVID.

Pode interessar à você: Novas restrições por coronavírus na Irlanda do Norte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *