Na Escócia, pubs e restaurantes não poderão vender bebidas alcoólicas em ambientes fechados

Por Pilar Salcedo.

Outras medidas para reduzir a propagação do coronavírus entrarão em vigor no final desta semana, já que a Escócia registrou mais de 1.000 novos resultados positivos em um único dia.

A primeira ministra Nicola Sturgeon disse ao Parlamento que é preciso agir agora para evitar um retorno ao nível máximo de infecções experimentadas na primavera, no final deste mês.

Pubs, restaurantes e cafés da Escócia serão proibidos de vender bebidas alcoólicas em ambientes fechados por 16 dias a partir de sexta-feira, 9 de outubro, anunciou Sturgeon.

Poderão continuar vendendo alimentos e bebidas não alcoólicas no interior até às 6 da tarde e álcool no exterior até às 10 da noite.

Em áreas com taxas particularmente altas de coronavírus, todos os estabelecimentos licenciados, exceto hotéis, serão forçados a fechar os serviços internos e externos, embora ainda possam fazer comida para viagem.

As restrições mais rígidas afetarão Greater Glasgow e Clyde, Lanarkshire, Ayrshire e Arran, Lothian e Forth Valley a partir das 18h de sexta-feira.

Os residentes dessas áreas também serão encorajados a não viajar para fora delas “se não for necessário”, embora a primeira ministra tenha insistido que não está ordenando um segundo fechamento.

Salas de bilhar e bingo, bem como cassinos em regiões problemáticas, terão de parar de funcionar e a maioria dos esportes de contato também.

As academias podem permanecer abertas e exceções serão feitas para eventos já marcados, como casamentos e funerais.

Com informações da Sky News e do governo escocês (gov.scot).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *