Vai ter jogo de futebol feminino!

Brazuka e Santa Cruzense, os dois times da comunidade lusófona em Londres, participam de campeonatos

Por Marta Barbosa

Programa imperdível para quem gosta de futebol e está em Londres em outubro: acompanhar os jogos dos dois times femininos formados majoritariamente por mulheres da comunidade lusófona.

O Santa Cruzense Women Football Club é o mais antigo. Foi criado em 2018 como resultado de uma brincadeira entre amigas. O clube tem direção portuguesa, mas a maior parte das jogadoras é brasileira. São 46 mulheres no time, sete espanholas, duas inglesas, três portuguesas e 34 brasileiras. Os técnicos são Aline Mattos e Eduardo Hajjar.

Já o Brazuka United Women Football Club acabou de ser criado, no começo de 2020, e nasceu de uma dissidência do Santa Cruzense – a saída da capitã do time Shai Crespo, brasileira que vive em Londres há pouco mais de três anos.

“Prefiro não comentar as razões da minha saída”, diz Shai, agora à frente do Brazuka, time que conseguiu o apoio da Mesa de Esportes do Centro de Cidadania do Reino Unido (CCRU) e já tem até patrocinador.

“O Brazuka tem 25 jogadoras, mas comprometidas de verdade são 20”, conta Shai, gaúcha jogadora de futebol desde os 10 anos de idade. No Rio Grande do Sul, ela participou da fundação do time San Martin e sempre esteve atuante no futebol feminino.

Do grupo que se reúne todas as quintas no Battersea Park e aos domingos em Wimbledon, uma jogadora é sul-africana, outra da República Tcheca, uma da Suécia, duas portuguesas e cerca de 20 brasileiras. Os treinadores do time são Sam Sandri e Rafael Poffo.

Em outubro, Santa Cruzense e Brazuka precisam da torcida da comunidade lusófona, já que ambos os times estão em inúmeros campeonatos e torneios locais, como o Powerleague Nine Elms e a Liga de Futebol Feminino de Londres.

“O time está em processo de crescimento e tem tido um resultado muito positivo. Estamos super ansiosas, pois já faz um tempo que estamos nos preparando para esse momento e acreditamos que temos capacidade de chegar longe nessa disputa, e principalmente, levar o título de campeãs”, conta Fernanda Marques, modelo brasileira que é zagueira do time.

Sobre o campeonato, a modelo explica: “A liga já acontece há um bom tempo e consiste em uma disputa de times femininos, muito bem organizada e com times de níveis semelhantes, com primeira e segunda divisão. Estamos confiantes, acreditamos que temos chances de vencer, visando que já disputamos amistosos com alguns dos times que estão participando da liga e tivemos vitória”, explica.

De parte das meninas do Santa Cruzense, o momento é de superação, depois de uma fase desestruturada com a saída de jogadoras que seguiram a capitã Shai no Brazuka. “A gente se reergueu enquanto equipe e está em condição de trazer bons resultados”, diz Sarah Guimarães dos Santos, responsável pela comunicação do clube.

Então, dá para esperar jogaços adiante, com chance inclusive de uma partida de Brazuka contra Santa Cruzense nas últimas rodadas do campeonato de Londres, que só deve ser concluído no ano que vem.

Santa Cruzense Women Football Club

O Santa Cruzense Women Football Club é o mais antigo em Londres. Foi criado em 2018 como resultado de uma brincadeira entre amigas

08/10 (Quinta-feira)

18h30

Power League Nine Elms

130 Thessaly Road – SW8 5EJ

10/10 (Sábado)

11h contra o LFA Clapham

Clapham North Side – SW11 5QA

18/10 (Domingo)

A partir de 9h30

Condell Road – SW8 4JA

Brazuca United Women FC

O Brazuka United Women Football Club foi criado no começo de 2020 pela ex-capitã do Santa Cruzense, Shai Crespo

03/10 (Sábado)

13h30

Wanderers, Clapham Common

17/10 (Sábado)

13h30

Clapham Common

Para saber mais detalhes dos jogos, siga os times no Instagram: @fcw.santacruzense e @fcbrazuca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *