Brasileiro morto após atropelamento criminoso em Dublin

A polícia irlandesa acredita ter identificado o motorista do carro que atingiu e matou o ciclista da Deliveroo Thiago Cortes em Dublin na noite da segunda-feira (31/08).

Segundo informações do jornal Irish Times, trata-se de um, adolescente residente no norte da mesma cidade e que já tem condenações anteriores. Nenhum prisão foi confirmada pelo departamento de polícia da Irlanda, no entanto.

O motorista atropelou o brasileiro de 28 anos e fugiu sem prestar socorros. Ontem, mais de 100 compatriotas ocuparam as ruas o cruzamento onde o acidente aconteceu e prestaram homenagem a Thiago cantando em coro o hino nacional do Brasil.

Ao jornal irlandês, um oficial da polícia confirmou que a investigação está “progredindo rapidamente”. “O suspeito é bem conhecido na área local”, disse.

Ainda estão sendo feitos esforços para identificar os outros três ocupantes do carro. Para isso, a polícia tem utilizado imagens de alta qualidade de CCTV de perto do local do incidente, no North Wall Quay.

Entende-se que o carro, que não foi tributado, não tinha seguro ou documento de registro, foi roubado ou adquirido por uma pequena quantia de dinheiro. O motorista dirigia em alta velocidade, o que causou ferimentos catastróficos ao brasileiro.

Thiago era original do Rio de Janeiro, no Brasil, estava pedalando no North Wall Quay quando foi atingido por um carro por volta das 22h30 de segunda-feira (31/08). Thiago estava trabalhando, entregando comida pela Deliveroo. Era sua terceira semana no emprego.

Na noite de quarta-feira (02/09) mais de 100 amigos e colegas de Thiago, incluindo muitos entregadores de alimentos, se reuniram na O’Connell Street para uma vigília antes de marchar até o local do incidente e deixar flores e velas.

A polícia negou os rumores de que motoristas de Deliveroo teriam marchado até o endereço da pessoa que eles acreditavam ser a responsável pelo atropelamento.

Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *