25 °C
Comunidade

Portuguesa presa por racismo no Reino Unido

|

Fotos e imagens: Reprodução


Claudia






(Londres) Por Susana Raposeiro - Na operação policial, Cláudia Patatas foi detida com mais cinco pessoas, entre elas o namorado, por suspeita de pertencerem à National Action, uma organização neonazi na lista dos grupos terroristas das autoridades britânicas. Os seis alegados neonazis declararam-se inocentes depois de uma primeira audição no tribunal no passado dia 9 de janeiro. Deverão voltar ao tribunal central criminal, em Londres, no próximo dia 19. Foram acusados de preparação e incentivo de atos terroristas de acordo com a lei do Terrorismo de 2000. Na posse de Cláudia Patatas e do namorado, foi encontrado um manual de instruções para o fabrico de bombas artesanais.


Além de Cláudia Patatas, foram detidos Nathan Pryke (26 anos),o namorado de Cláudia - Adam Thomas (21 anos), Darren Fletcher (28 anos), Daniel Bogunovic (26 anos) e Joel Wilmore (24 anos). Os detidos são todos britânicos, excepto Patatas. Sobre Adam Thomas recai ainda uma outra suspeita, a de possuir informação sensível passível de ser útil a alguém que pretenda cometer ou preparar um ato de terrorismo. Darren Fletcher, por sua vez, está acusado também de comportamento desordeiro; e Daniel Bogunovi foi acusado de incitar ao ódio racial.

A National Action foi proibida em 2016, depois de apenas três anos de existência. A organização de extrema-direita critica a entrada de imigrantes no Reino Unido. A portuguesa de 28 anos é fotógrafa de casamentos em Inglaterra e não tem antecedentes criminais em Portugal e nem sequer está referenciada por atividades próximas da extrema-direita.. "Sou uma fotógrafa muito calma, ponderada e amo o que faço. É um grande privilégio fazer parte de um dia de casamento, tirar fotografias a um recém-nascido ou passar o tempo a captar imagens de uma família", anuncia no seu website.


Está ainda por se perceber como e por que razão se juntou à National Action, organização criada em 2013 e que critica abertamente a entrada de imigrantes no mercado de trabalho do Reino Un 



Reprodução de publicação na imprensa britânica

AAEAAQAAAAAAAAYEAAAAJDY1OWZlYmE5LWQ1ZDgtNDUzYS1iYTE3LTI1MmZhOWM3OTM3Ng




Clique aqui para fazer download do PDF desta edição!

NP E01 S2 0119 0013