8 °C
Turismo

​Aveiro, a Veneza portuguesa

|

Thumbnail AveiroII


(LONDRES) Da redação



O Dia dos Namorados é comemorado na maioria dos países, como por exemplo Portugal, Angola, Estados Unidos e Reino Unido, em 14 de fevereiro, Dia de São Valentim. No Brasil, a data é celebrada em 12 de junho. Mas no fundo não importa a época, sempre é tempo de realizar uma viagem romântica.


Uma dica mais que especial é Aveiro, cidade conhecida como Veneza portuguesa. Localizada no centro do país, não é difícil imaginar o porquê do apelido. Aveiro é cortada por uma espécie de canal, a ria, por onde navega o barco típico da região, o moliceiro. E assim como em Veneza, é possível alugar um desses barquinhos e cruzar a bela cidade, de casas coloridas e antigas.


Thumbnail AveiroIII



A Ria de Aveiro ou Foz do Rio Vouga, descrita por Saramago como um “corpo vivo que liga a terra ao mar como um enorme coração”, estende-se pelo interior do território português, paralelamente ao mar, e passa por várias cidades, dentre elas Aveiro.


Além dos passeios e das caminhadas na orla do canal central, outras atrações são museus, monumentos e, sem dúvida, a gastronomia. O Museu do Aveiro, onde se encontra o túmulo de Santa Joana, é um dos mais bonitos. Também não deixe de provar ovos moles e frutos do mar sempre frescos.


Boa dica é se embrenhar pelas vilas das ruas internas e observar pequenos edifícios em "art deco". Além disso, vale a pena conhecer as feiras de antiguidades, o Mercado de Peixe e a Oficina do Doce.


Nas redondezas, passando por entre salinas que no verão têm a forma de pirâmides, fica a Reserva Natural das Dunas de São Jacinto, com praias quase selvagens. Em outra direção está a Praia da Barra, com o famoso farol ao fundo.


A cidade não tem muitos hotéis, mas também é possível ficar no Porto e de lá visitar Aveiro. Para quem está sem carro, a melhor opção é ir de trem. Do Porto eles saem pelo menos de meia em meia hora. De outros locais é preciso consultar itinerários no site dos Comboios de Portugal.


Thumbnail AveiroV