-14 °C
Turismo

Bazaruto: paraíso azul-turquesa em Moçambique

|

BazarutoIV


Com quatrocantosdomundo.wordpress.com e maisturismo.org


(LONDRES) Por Denis Kuck


Todo mundo ouviu falar e sonha visitar lugares como Fernando de Noronha, ilhas gregas, Indonésia ou Caribe. Mas existem outros paraísos, espalhados pelo mundo, à espera apenas de um explorador disposto a conhecer novas paragens.


Nos países lusófonos, por exemplo, não faltam opções. Em Moçambique há uma delas: o Arquipélago de Bazaruto, local com praias incríveis e vazias, mar azul-turquesa, natureza selvagem e (dica importante) não tão caro quanto destinos mais badalados.


Como ir e onde ficar


Visitantes podes ficar em Vilanculos, que fica no continente, ou nas ilhas do arquipélago, banhado pelo Oceano Índico.


Saindo de Maputo, capital de Moçambique, existem vários ônibus para chegar à cidade. A viagem, no entanto, é longa (cerca de 650 quilômetros). Os coletivos, chamados de machimbombos, costumam sair bem cedo do Terminal Junta, antes das 6 horas. Também é possível ir de avião até Vilanculos. Existem voos domésticos e outros, partindo da África do Sul. Outra opção é alugar um 4x4 e encarar as estradas moçambicanas.


Para quem fica hospedado nas ilhas, as pousadas levam os turistas de barco. Opção mais barata é permanecer em Vilanculos (existem chalés em frente à praia) e contratar um operador para fazer um passeio de um dia pelas ilhas.


BazarutoIII


Quando ir


Por ficar ao sul da linha do Equador (Bazaruto está na altura do Espírito Santo, no Brasil). O inverno em Moçambique é durante os meses de junho e julho - melhor época do ano para uma visita. O sol é constante, pouco chove e a temperatura não é tão forte, em torno de 26 graus.


Parque Nacional


Apontado como um dos lugares mais bonitos da África, o arquipélago de Bazaruto é composto por seis ilhas, que ficam próximas da cidade de Vilanculos. A principal é Bazaruto e as outras são Benguerra, Magaruque, Banque, Santa Carolina e Shell.


O arquipélago tem ainda muitas ilhotas, algumas vezes vistas apenas na maré baixa. O local foi declarado área de proteção em 1971. O Parque Nacional de Bazaruto é importante reserva marinha com 1.400 quilômetros quadrados.


Bazaruto