22 °C
Londres

Alemanha pode levar Theresa May à Corte de Haia por pagamento de Brexit

|


Brexittamanho



(LONDRES) Da redação



Alemanha planeja levar o Reino Unido aos tribunais caso a primeira-ministra britânica, Theresa May, se recuse a pagar a taxa de 60 bilhões de euros (£ 51 bilhões de libras) em obrigações com a União Europeia para deixar o bloco segundo documentos secretos do Ministério da Economia alemão.


A chefe de governo britânico afirmou que não pagará "somas enormes" para a UE após o Brexit. Assessores da primeira-ministra dizem que o governo não tem nenhuma obrigação de continuar contribuindo com o bloco europeu.


Apesar disso, o ministro da Economia da Alemanha, Wolfgang Schäuble, está disposto a deixar de lado sua simpatia aos ingleses e levar a primeira-ministra à Corte Internacional de Justiça de Haia, mais alta instância do tribunal europeu.


O documento vazado afirma que o Reino Unido está "não apenas politicamente, mas também legalmente obrigado a pagar suas dívidas", segundo o artigo 70 da convenção do tratado de Viena, que descreve as regras para o fim dos acordos. Além disso é dito que o "Reino Unido deve pagar sua parte assim como os outros estados-membros".



De acordo com o ministério, os britânicos precisarão dar uma "contribuição financeira" para negociar abertamente com o bloco. Além disso o documento revela o medo da Alemanha de que o Brexit cause um colapso financeiro, o que poderá ter consequências terríveis para uma eurozona em dificuldades.


As notícias chegam após o ministro das Relações Exteriores britânico, Philip Hammond, negar-se a "reconhecer" o projeto de lei de divórcio do bloco apresentado pela UE. Fontes próximas do chanceler afirmam que a quantia de 60 bilhões de euros não é viável.