19 °C
Brasil

Europa pode suspender importação de empresas investigadas na operação Carne Fraca

|

Carnefraca

Setor é responsável pela importação de US$ 12 bilhões por ano


Da redação (Londres) - Má notícia para a economia  Brasil. A União Europeia decidiu que poderá proibir a importação de carne de todas as empresas citadas na operação Carne Fraca, que encontrou uma série de irregularidades em frigoríficos do país. A informação é da Agência Reuters.


"A Comissão garantirá que quaisquer dos estabelecimentos implicados na fraude sejam suspensos de exportar para a UE", disse um porta-voz da Comissão Europeia em coletiva de imprensa. O bloco pediu que seus países-membros aumentam o controle da carne oriunda do Brasil.


A venda de carnes é um dos setores mais fortes da pauta de exportações brasileiras, sendo responsável pela arrecadação de US$ 12 bilhões por ano.


A Coreia do Sul adotou medida semelhante e anunciou veto temporário a importação de produtos da BRF, que comercializa as marcas Sadia e Perdigão, além de aumentar a fiscalização da carne de frango brasileira.


Mais de 30 empresas foram investigadas por suspeita de pagamento de propinas para fiscais do Ministério da Agricultura com o objetivo de liberar carne estragada ou adulterada. Grandes empresas foram apontadas como participantes do esquema, como a BRF e a JBS, da marca Friboi.


Ministério diz que carne brasileira é de qualidade


Alguns especialistas e o Ministério da Agricultura afirmam que não existe motivo para pânico, pois a carne brasileira é de boa qualidade e as irregularidades não foram encontradas em 100% dos produtos nacionais. Além disso, o ministério afirmou que houve erros técnicos nas investigações, pois a polícia considerou ilegal práticas que são permitidas.