7 °C
Países Lusófonos

3 de fevereiro- Dia dos Heróis Moçambicanos INDEPENDÊNCIA OU MORTE!

|





CriEssencia

Foto Arquivo pessoal/ Cri Essencia 



( LONDRES) Por Cri Essencia -  INDEPENDÊNCIA OU MORTE!


Tal como no Brasil, esta foi uma célebre frase que animava as massas moçambicanas (sobretudo os guerrilheiros) em gritos intrépidos rumo ao colonialista.


À 3 de fevereiro celebra-se em Moçambique, o dia dos Heróis Moçambicanos. Esta data foi escolhida em homenagem ao fundador da FRELIMO, o Doutor Eduardo Chivambo Mondlane, assassinado nesta data, em 1969, na Tanzânia, por meio de uma carta-bomba que atéà data não se conseguiu desvendar a autoria nem as motivações.


Refere-se à esta data como sendo o dia da unidade nacional, por ser o símbolo do esforço e projecto de Eduardo Mondlane, ao unir os três movimentos nacionalistas (UNAMI, UDENAMO e MANU) que se preparavam para combater o inimigo – Portugal – na luta contra o colonialismo, fundando um só movimento designado por Frente de Libertação de Moçambique (FRELIMO).


Esta data é celebrada como o dia dos Heróis Moçambicanos desde a independência de Moçambique, em 1975 e tem como marco das celebrações, a deposição de coroas de flores nas praças dos Heróis Moçambicanos, replicadas pelo país afora, onde jazem prominentes combatentes que lutaram pela libertação nacional, pela restituição e prevalência das culturas moçambicanas, pela autonomia total relativamente aos recursos do solo e subsolo, pelo combate ao analfabetismo e pela paz duradoira, tal como estão simbolizados na bandeira nacional, nas suas várias cores e instrumentos.


Que a luta continue!


PraasdosHerisMoambicanos

Foto Reprodução/ Praça dos Heróis Moçambicanos





Diadosherois