6 °C
Empregos

Brexit e o mercado de trabalho em 2017

|

(LONDRES) Por Siomara JubertAqueles que acompanham notícias devem ter lido ou notado a mudança no mercado de trabalho desde o referendo. No momento, com todas as questões ainda pendentes, fica difícil prever como será o futuro para quem deseja encontrar novo trabalho em 2017.



Em Londres, apesar de ser uma cidade com característica cosmopolita e aberta, empregadores têm demonstrando certo receio com relação a novas vagas.



Muitas empresas, em especial as do setor financeiro, reduziram ou suspenderam o recrutamento para cargos permanentes. Por razões óbvias estão temerosos com a incerteza causada com o voto a favor do Brexit. A previsão do banco da Inglaterra é de aumento do desemprego de 4.9% para 5.5%. Isso não quer dizer que não exista emprego, mas a competição será maior e com profissionais bem qualificados.



Para os leitores do Notícias em Português, que desejam uma mudança de emprego, apresento algumas dicas que podem auxiliar a alcançar a vaga almejada.



Brexitjobs

Imagem: Divulgação




Atenção aos detalhes


O melhor caminho é continuar batalhando e se assegurar de que o currículo esteja atualizado e com gramática e ortografia inglesa impecáveis. Peça a um amigo ou conhecido inglês nativo que o leia para verificar eventuais incorreções. Outro ponto é a linguagem usada pela empresa para descrever a vaga. Faça bom uso de palavras-chave ou termos usados no meio, inclusive vocabulário no currículo e LinkedIn.





Competitividade


Procure manter-se atualizado, fazendo cursos ou ganhando mais experiência dentro do seu ramo. Fazer trabalho voluntário ou até mesmo dando uma mãozinha extra a colegas seniores pode contribuir para seu objetivo. Já pensou em escrever um blog a respeito de assuntos relacionados com sua área profissional?



Job

Imagem: Divulgação





O que não colocar no currículo



Ainda no que diz respeito a empregos o descontentamento geral vinculou-se com o tema da imigração. Isso pode afetar as possibilidades dos imigrantes, buscando trabalho no Reino Unido. Felizmente em Londres a visão é bem aberta e estrangeiros são bem-vindos, em geral, em todos os setores. Evite cair vítima de preconceito e ajude a sorte a estar ao seu lado. Claro que terá que mencionar educação e experiências passadas no país de origem, porém, esquive-se de mencionar a origem ou nacionalidade europeia no CV ou LinkedIn explicitamente.

Como sempre digo, os únicos dados pessoais que devem constar são nome, telefone e e-mail, os demais são desnecessários. Vale lembrar que quando alguém se candidata a uma vaga, o recrutador automaticamente assume que a pessoa pode trabalhar no Reino Unido. Além do mais, em geral, perguntam no formulário quando se candidata on-line ou para que prove o tal direito com o passaporte durante a primeira entrevista.



Jobsmarket

Foto: Divulgação





Informações relevantes


Ainda no que diz respeito às informações anteriores, adicione apenas o que deve tomar espaço precioso no currículo. Use-o com sabedoria para coisas mais relevantes, como sua experiência. Uma boa medida são duas páginas. Um CV mais extenso do que isso muito provavelmente não será lido até o fim, o que pode deixar informações importantes longe de serem vistas pelo empregador ou recrutador.





Contatos


A melhor maneira de encontrar novo emprego é por meio de seus contatos. Participe de palestras e eventos relacionados com sua área de interesse. É uma excelente maneira de conhecer novos contatos e quem sabe te levar ao cargo sonhado.



Estes pequenos detalhes podem ajudar a alavancar suas chances para encontrar a oportunidade desejada. Independentemente do que aconteça, sempre acreditei e continuarei a acreditar que aqueles que se esforçam e são trabalhadores sempre têm grandes chances de encontrar uma vaga e ter sucesso. Pelo que vejo por aí, essa teoria continua a ser confirmada com muitos casos concretos de êxito.




.............................................................................................................................................................................


Texto por Siomara Jubert

www.movingforward-cvandcareercoach.com