6 °C
Países Lusófonos

Inflação anual em Luanda bate recorde e chega a 41%

|

(LONDRES) Da redação - Inflação em Luanda subiu 41% nos últimos 12 meses anteriores a novembro, atingindo um nível histórico. A média da alta dos preços mensal, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), foi de 2%.


De acordo com as contas do instituto, os preços subiram de outubro para novembro 2,13%, contra os índices de 1,79% e 2,14% dos meses anteriores. No relatório Índice de Preços no Consumidor (IPC), Luanda tinha em novembro uma inflação acumulada no ano de 41,15%, contra os 40,04% de outubro e os 39,4% de setembro.


Supermercadojumbo mg 1763620x414

Foto: Ampe Rogério/Rede AngolaLuanda é considerada uma das cidades mais caras do mundo



O índice atual está acima dos 38,5% que o governo previu na revisão do Orçamento Geral do Estado de 2016, aprovada em setembro. Em novembro, um pão custava em média, em Luanda, quase 88 kwanzas, um frango congelado chegava a 1.450 kwanzas e o quilo de carapau era vendido por 3.300 kwanzas. O quilo do arroz custava em média 554 kwanzas e o de tomate 1.380 kwanzas, segundo o relatório do INE.


Desde setembro de 2014, a inflação em Luanda não para de aumentar, acompanhando o agravamento da crise económica, financeira e cambial decorrente da queda na cotação internacional do barril de petróleo bruto, o que fez disparar o custo dos alimentos. Luanda é considerada por alguns estudos internacionais como uma das capitais mais caras do mundo.