18 °C
Países Lusófonos

Angola tornou-se o maior fornecedor de petróleo da China

|


Angolapetroleo

Foto Divulgação / China importou 4,19 milhões de toneladas de petróleo da nação sul-africana no mês passado




(LONDRES) Da Redação 



Angola tornou-se o maior fornecedor de petróleo da China, pela segunda vez no mês passado , tendo na primeira posição, a Rússia. Dados alfandegários mostrou na segunda-feira (24), que os chineses importaram 4,19 milhões de toneladas de petróleo da nação sul-africana, um aumento de 45,8%, um ano atrás.


Embarques angolanos destinados à China situou-se em 1,02 milhão de barril por dia, abaixo 1,11 milhão visto em agosto, última vez em que Angola foi o maior exportador chinês.



É esperado que a quantidade de petróleo bruto em direção ao leste, a partir de portos na costa oeste da África, para chegar a uma alta de cinco meses em setembro, foi impulsionado em parte por casas comerciais, como Trafigura e Gunvor.

A demanda chinesa por petróleo angolano, que é mais barato e muito apreciado pela estabilidade do abastecimento, deve acelerar em outubro.


Nos primeiros nove meses de 2016, Angola foi também foi o terceiro maior fornecedor chinês.


Importações provenientes do Iraque saltaram de 58,4 % em setembro em relação ao ano anterior, para 4,07 milhões de toneladas. No período de janeiro a setembro, as importações cresceram 10,3%, um ano atrás. Arábia Saudita ainda ocupa a posição de maior fornecedor, com embarques em 1,03 milhão de barril diário.


A China importou volume recorde de petróleo bruto no mês passado, superando os Estados Unidos, como principal comprador mundial estrangeiro, com reservas do Pequim, embarcadas em bruto, para preencher novos tanques de armazenamento.