10 °C
Bem-estar

Meditação do sorriso interno

|

BNNP743 Bemestar meditao

Foto: Reprodução


(LONDRES) Da Redação - A meditação do sorriso interno é uma das primeiras práticas estudada pelos chineses há milhares de anos, mas ainda pouco se sabe sobre ela no Ocidente.

Conhecemos o poder e a força de um sorriso genuíno e as respostas positivas daqueles a quem o dirigimos. O que nos falta aprender é como construir um sorriso interno, que leve essa mesma energia aos órgãos vitais do corpo, transbordando sensação de bem-estar, relaxamento e confiança através da meditação.

A meditação do sorriso interno deve ser praticada todos os dias ao acordar para ativar o sistema imunológico e aliviar o estresse diário, comum nos dias de hoje.


Prática da meditação do sorriso interno


Sente-se na ponta do assento da cadeira, bem ereto, com a coluna alongada. Os pés devem estar bem apoiados no chão. Coloque parte do peso do corpo nos pés. O queixo deve estar apontado para o chão e o pescoço bem reto. Coloque a palma da mão direita sobre a da mão esquerda e descanse as mãos no colo. Vire os olhos e ouvidos para dentro. Sente-se bem calmo.


Mantenha grande parte da atenção nos pés, enquanto faz essa meditação, para evitar náuseas ou desatenção. Enquanto passeia a atenção pelos órgãos, gire os olhos em espiral em volta de cada um como se o acariciasse.

Comece sempre a meditação do sorriso interno com movimento de cavalgar: balance a coluna para os lados, a partir do osso do assento e do sacro. Sorria internamente e oscile cada vértebra desde a base até o crânio. Sinta a coluna relaxada e morna, absorvendo uma luz dourada, mova-a para frente e para trás, inclinando levemente a cabeça. Sinta-se como um bambu oco. Quando inclinar a cabeça, empurrando o queixo contra o pescoço, sinta a cabeça conectada à vértebra lombar.


Antes de terminar o movimento de cavalgar, sorria do topo da cabeça ao início da coluna e dali de volta à parte de cima da coluna. Cavalgar e sorrir é um exercício muito importante para relaxar a coluna e o sistema nervoso.

A primeira forma da meditação do sorriso interno tem por objetivo energizar coluna e cérebro. Inicie sorrindo para a bexiga e os órgãos reprodutores. Isso gera muita energia. Cavalgue levemente sorrindo para esses locais. Imagine-os, sinta-os e se conecte a eles. Perceba a conexão deles com o cérebro e que sobe uma energia pela coluna, alimentando seu cérebro. Entre em contato com outros órgãos, tendo a percepção verdadeira da presença em seu corpo.


Lembre-se que é muito importante sorrir com os lábios durante a prática. No início pode parecer que é um sorriso falso, mas não deixe que essa impressão interrompa o exercício. Logo perceberá que tudo começa a ser verdadeiro e que um sorriso interno constante vai se tornar presente em seu corpo, criando ondas de bem-estar durante todo o dia.