12 °C
Portugal

Portugueses comem mais carne e bebem mais vinho

|


Carneevinho

Foto: Reprodução


(LONDRES) Da redação 


Portugueses consumiram no ano passado mais carne, batata e arroz, menos cereais e fruta, e beberam mais vinho e menos leite. De acordo com dados divulgados na segunda-feira (5) pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), cada residente no território consumiu, em média, 111 quilogramas (kg) de carne (mais 2,8% do que em 2014), 16 kg de arroz (mais 0,6% do que em 2014) e 91,2 kg de batata (mais 1%). Frutas e cereais continuam entre as classes de produtos agrícolas mais consumidas, sofreram quedas, ainda que inferiores a 1%.

Dentre os produtos que vão à mesa dos portugueses, o maior aumento verificou-se no consumo de vinho. Em média, cada português bebeu 47,6 litros, mais 6,5 litros do que em 2014, o que representa uma subida de 15,8% face ao ano anterior. Nesse período, a produção aumentou 13,9% e as importações subiram 12,9%, acrescentou o INE.

O consumo de leite baixou 10%, tendo cada português bebido 71 litros (menos 8 litros do que em 2014), ao passo que o de produtos lácteos se manteve quase inalterado em 45 kg.

Carne: mais produção e muita promoção


O aumento do consumo de carne foi acompanhado de um aumento da produção que, ainda assim, só satisfez cerca de três quartos das necessidades internas. Após três anos consecutivos de descidas, a produção de carne bovina subiu 11% em 2015. Também a de carne suína aumentou em 4,9%.

Em relação à carne de porco, o instituto salienta o impacto das "contínuas promoções nos hipermercados a preços muito baixos", que contribuíram para um aumento do consumo, "num mercado que registou alguma recuperação do poder de compra das famílias". No reverso da medalha, "os baixos preços de venda ao consumidor final condicionaram o preço dos porcos à produção, que estiveram ainda mais baixos que em 2014 (-13,3%)", avaliou o INE.