8 °C
Londres

Da ajuda para matar a barata à um pedido de Big Mac, tudo vira motivo para chamar os bombeiros em Londres!

|

BNNP733 Londres Bombeiros


(LONDRES) Da redação 


A Brigada de Incêndio de Londres, a maior do Reino Unido, divulgou na semana passada os dez chamados mais estranhos recebidos em 2015. Medo de aranha, do latido de um cachorro, de um gato morto em frente à casa? Nada que os bombeiros não possam resolver, assim brincam eles. Houve até quem ligasse para pedir um Big Mac. Para alguns britânicos, uns muito ingênuos e outros maldosos mesmo, qualquer coisa é motivo para discar 999 e solicitar serviços de uma brigada de incêndio. Mas as coisas não são bem assim: ligações como essas são uma fonte inesgotável de dor de cabeça para os nobres bombeiros londrinos.


Buscando conscientizar a população para o enorme problema gerado por esses trotes. Segundo a corporação, foram mais de 7 mil chamadas maliciosas, realizadas no período. Para se ter uma ideia da situação, quase 20 chamadas falsas são respondidas diariamente apenas pela Brigada de Incêndio de Londres. Além disso em 1.316 oportunidades foram enviadas tripulações para esse tipo de ligação no último ano.


"Às vezes, as crianças não entendem as implicações de fazer ligações falsas", afirma o chefe de atendimento da Brigada, Comissário Assistente Tom George. "Nestas férias de verão estamos pedindo aos pais que conversem com os filhos, informando que é má ideia discar 999 e fazer trotes", completa.


Apesar da dor de cabeça causada pelos trotes, algumas ligações, de tão fora do normal acabam levando os bombeiros às gargalhadas. "Algumas das chamadas que recebemos são notáveis, as pessoas dizem algumas coisas realmente bizarras, diz George.


Os bombeiros aproveitaram a lista das top 10 para chamar a atenção sobre a importância do trabalho


Confira a lista das 10 chamadas mais estranhas feitas à Brigada de Incêndio de Londres:


  • Pessoa dizendo que estava comendo pimenta-malagueta e sua boca estava em chamas.
  • Homem dizendo que suas calças estavam pegando fogo.
  • Pessoa alertando para incêndio na estátua da Liberdade (do outro lado do Oceano Atlântico).
  • Pessoa reclamando do latido de um cachorro.
  • Mulher ligando para dizer que estava com medo de uma aranha.
  • Mulher relatando que estava com medo de um gato morto do lado de fora da casa.
  • Pessoa ligando para pedir um Big Mac.
  • Crianças ligando apenas para verem os bombeiros.
  • Pessoa perguntando pela rainha Elizabeth II.
  • Pessoa dizendo que era o primeiro-ministro e que havia um incêndio na residência oficial.