12 °C
Comunidade

Dois dias com o melhor da música brasileira no Barbican

|

Fotos: BNNP


(Londres) da redação 

Hermeto Pascoal e João Donato apresentaram-se respectivamente nos dias 9 e 10 de julho no Barbican, em Londres, enchendo uma das mais importantes casas de show da capital britânica com a refinada musicalidade brasileira.


No sábado, Hermeto Pascoal - homem dos mil instrumentos - provou mais uma vez que a idade floresce a capacidade de se reinventar. O músico completou 80 anos neste último mês e, em turnê internacional, mostrou ao público de Londres que três horas de show ainda é pouco para navegar profundamente em sua criatividade musical.


Fotos: BNNP 


Com panelas, chaleiras, regador, brinquedos infantis e até animais, Hermeto encantou com sua diversidade. O músico dividiu o cenário com uma orquestra britânica de jazz moderno, conduzida pelo maestro Noel Langley. A experiência musical das duas bandas relembrou os anos 90, que eletrizava as noites de norte a sul do planeta.


Hermeto subiu ao palco com seis músicos, entre eles sua mulher, Aline Morena e seu filho, Fábio Pascoal. A banda passeou por gêneros como jazz, bossa nova e forró e apresentou várias músicas inéditas e com formações inusitadas, obras que na sua maioria são composições do próprio Hermeto.


Ao fim da noite, o músico ainda desafiou Langley a improvisar um freestyle em conjunto. O resultado não podia ser mais bonito, provando o talento musical de duas culturas distintas, mas completamente harmônicas.


Fotos: BNNP 


A bossa nova de João Donato


João Donato é querido entre seus companheiros de ofício. Tem sempre alguém querendo gravar suas criações, tê-lo como convidado especial em discos ou dividir o palco com ele. Generoso, o genial compositor e pianista acriano está sempre disposto a colaborar e a contribuir com o reverenciado talento, e no Barbican não foi diferente.

No domingo (10), ele foi o convidado do violonista e guitarrista paulista Diego Figueiredo, ao lado de Janis Siegel, cantora do grupo norte-americano Manhatan Transfer. “Foi muito bacana estar com eles num palco, onde já estive com Joyce e Danilo Caymmi, em show comemorativo dos 50 anos da bossa nova”, explicou o músico para o BNNP após a performance.


Numa noite de final de Eurocopa, o público assistiu atento ao talento de cada músico. Havia muito brasileiro saudoso, mas a plateia foi composta majoritariamente por britânicos, atônitos com os caprichos da bossa nova.


Com impressionante vitalidade aos 82 anos, João Donato presentou o público com sucessos, como “Bananeira”; “A saudade mata a gente”; “A Rã”. Ao final do show ainda acrescentou “Adoro Londres, quero voltar mais vezes.” Ele sempre será bem-vindo.


Atualmente, João Donato está envolvido em dois projetos: suíte sinfônica e gravação de CD, em duo, com o filho Donatinho. Ele ainda será destaque também na programação artística das Olimpíadas.