16 °C
Mundo

Mais de 50 cidades da China estão afundando, diz estudo Pequin, capital chinesa, afunda quase 11 cm por ano

|

BNNP729 Mundo China

Pequim está afundando 11 centímetros por ano, diz estudo

Foto: Reuters

Da redação


Uma pesquisa realizada em conjunto por sete universidades ao redor do mundo indicou que mais de 50 cidades da China estão afundando devido a um fenômeno conhecido como subsidência. A capital, Pequim, é uma delas e afunda até 10,6 centímetros por ano.


“Eu não fiquei particularmente surpreso com a descoberta”, disse um coautor do estudo, Zhenhong Li, ao jornal britânico The Independent.


De acordo com o relatório resultante da pesquisa, a capital chinesa estaria sofrendo de subsidência -  afundamento gradativo do solo - desde 1935, devido à exploração em excesso dos aquíferos subterrâneos da região. Conforme a água foi drenada, ao longo dos anos, o solo foi afundando, ainda que quase imperceptivelmente. Além disso, a situação é agravada pelo excesso de contruções sobre esse solo frágil.


O estudo afirma que este fenômeno ameaça a segurança “da população e da infraestrutura urbana”. Os pesquisadores propõem um monitoramento regular do solo para detectar possíveis riscos e pensar em estratégias de compensação para evitar que o afundamento continue.


Para Zhenhong Li, contudo, o problema pode ser controlado. Ele apontou que, devido a leis impostas em 2000 que limitam o uso da água subterrânea na região de Xangai, o fenômeno “está sob controle” na cidade. “A subsidência em Xangai era muito séria entre 17 e 20 anos atrás”, afirmou.