3 °C
Notícias

Angola: falta de papel dificulta emissão de passaportes

|

Foto: Google


O prazo para emissão de passaportes angolanos pode sofrer atraso, informou o Serviço de Migração e Estrangeiro de Angola (SME) na segunda-feira (27). Segundo a agência, o país encontra dificuldade para produção do papel apropriado.

De acordo com funcionário, que preferiu não se identificar, o SME não emite segundas vias e nem novos passaportes desde o mês de maio, “priorizando apenas pedidos especiais”.


Segundo o mesmo oficial, o SME espera resolver o problema em 15 dias. Postos de atendimentos, no entanto, não comunicaram os angolanos e continuam a fazer recepção de processos para emissão de novos passaportes, mesmo sem data confirmada.


O jornal Rede Angola apurou ainda que o posto do SME da Vila Clotilde, no bairro Maculusso; o posto do 11 de Novembro, no município de Belas; no posto da Gamek não foi emitido qualquer passaporte nas últimas semanas, sendo que o prazo para entrega é de cinco dias úteis.


“Não temos papéis. Estamos com dificuldade por conta da crise internacional, até nossos pedidos estão pendentes. Só mesmo pedidos especiais estão sendo atendidos”, afirmou uma das oficiais do posto da Vila Clotilde.


O Rede Angola tentou em vão contatar o porta-voz do SME, Simão Milagre, para maiores esclarecimentos. O jornal ainda espera por um posicionamento.