3 °C
Londres

Londres tem aumento salarial com taxa de desemprego abaixo do esperado

|

BNNP727 aumentossalariais


Foto: Google

Da redação com Ullysses Maldonado


Dados divulgados pelo Office for National Statistics mostram que a taxa de desemprego no Reino Unido caiu de forma inesperada. É a mais baixa desde outubro de 2005.

A redução no número de desempregados foi de aproximadamente 20 mil nos últimos três meses até abril de 2016. Isso significa que apenas 5% da população ativa permanece sem emprego.


Os dados também mostram que aumentou em 55 mil o número de trabalhadores registrados. O mercado resistiu até mesmo no período de incerteza, gerado pelo referendo sobre a permanência do Reino Unido na União Europeia.

Em abril foi implementado o novo salário mínimo de £ 7.20 por hora, com aumento de 2,5% do National Living Wage em comparação com os 1,9% de março, marcando o maior registro desde agosto do ano passado.


O panorama é mais forte do que o esperado e dará impulso à libra, que subiu meio centavo frente ao dólar e fez com que o O FTSE 100 de Londres, index com a lista das 100 empresas mais rentáveis na Bolsa de Valores britânica, recuperasse parte das perdas em 1%.

Sem inflação, os londrinos estão também desfrutando do crescimento mais forte nas rendas reais desde antes da crise financeira.


Ajustado pelos preços, o crescimento dos salários se manteve em 2,7 por cento nos últimos três meses. Isso poderia impulsionar o gasto dos consumidores, e a falta de pressão sobre os preços dá margem a altos funcionários do Banco da Inglaterra (BOE, na sigla em inglês) para manterem as taxas de juros num valor mínimo recorde.