16 °C
Esporte

Eurocopa 2016 de olho nas oitavas de final

|

Foto1

Foto: Efe

Torcedores se divertem durante as partidas 


Já se foram quase todas as rodadas da fase de grupos da Eurocopa, e aos poucos a situação vai se definindo. Por enquanto, até o dia que esta ediçao foi fechada, seis gigantes do Velho Continente já se garantiram nas oitavas de final: Itália, França, Espanha, Alemanha e Inglaterra. Confira abaixo um resumão de tudo o que rolou de interessante - e inusitado:


Bola furada

Um dos lances inusitados que marcaram o duelo entre França e Suíça foi protagonizado pela bola oficial da Eurocopa, chamada de Beau Jeu (Jogo Bonito). A grande estrela de qualquer jogo de futebol não suportou a pressão de uma dividida entre Griezmann e Behrami e abriu um grande rasgo, por conta das travas da chuteira do suíço. O árbitro precisou paralisar o lance imediatamente.


Foto2

foto: ESPN

Xhaka de camisa rasgada  


Camisas rasgadas e declaração polêmica

A bola não foi o único equipamento que não resistiu ao duelo em Lille. A seleção da Suíça viveu uma situação rara, com quatro jogadores precisando trocar suas camisas por conta de rasgos durante o jogo. Xhaka, Dzemaili, Mehmedi e Embolo foram as vítimas do material se rompendo. Depois da partida, Xherdan Shaqiri, antigo jogador do Bayern de Munique que hoje defende o Stoke City, brincou com a situação. “Espero que a Puma não faça camisinhas”, disse o atleta ao site suíço Blick refirindo-se a marca que patrocina o país.


Barulho albanês

Começando a escrever sua história em grandes competições, a Albânia mostrou que tem uma torcida barulhenta. Os torcedores do pequeno país balcânico chamaram a atenção em Lyon pela grande festa no estádio, que não parou desde o gol no primeiro tempo No fim da partida, os fãs foram inflamados pelos jogadores, que pediram ainda mais barulho para incentivar o time para sacramentar o resultado.


90 minutos de Vardy

Destaque do Leicester, sensação da Premier League, Jamie Vardy finalmente estreou como titular da Inglaterra. O atacante ficou em campo durante todo o jogo entre o país e a Eslováquia ( 0 a 0), se movimentou, criou oportunidades, mas não balançou a rede. Foram duas chances claras na etapa inicial: na primeira, desvio direto pela linha de fundo; na segunda, parado pelo goleiro Kozácik.


Emoção à flor da pele

A campanha do País de Gales surpreendeu muita gente, inclusive os próprios torcedores, o que ficou claro ao fim do jogo contra a Rússia (3 a 0). As lágrimas do torcedor foram de alegria ao ver a equipe estreante na Eurocopa vencer com facilidade e avançar às oitavas de final na liderança do Grupo B.


Foto3

Foto: AFP 

foto: Torcedores da Islândia dando uma aula de alegria 


Islândia, o patinho bonito na Eurocopa dos brigões

Na onda de violência entre torcedores, com brigas fora do estádio em quase todos os jogos e incidentes mais ou menos graves envolvendo ingleses, russos, croatas e turcos nos palcos das partidas, uma torcida vem conquistando simpatia generalizada: a da Islândia. Repórteres do mundo inteiro brincam que eles parecem que estão visitando a Disney. Famílias, vovôs e crianças. Quando veem um torcedor da outra seleção querem tirar fotos juntos para recordação. Onde passa a Islândia ganha simpatia.


Foto4

Foto: Twitter
Pies de foto: Líder russo em foto nas suas redes sociais


Por outro lado...líder de hooligans russos retorna à França após ser expulso e é preso

Deportado da França após confrontos nas ruas de Marselha, Alexander Shprygin, indicado como líder dos hooligans russos, desafiou a polícia local e retornou ao país. Na segunda-feira (20), foi preso em Toulouse, local do jogo entre Rússia e País de Gales, que terminou com um 3 a 0 a favor dos galeses. Através do Twitter, Alexander compartilhou fotos na cidade do sul da França, mostrando estar de volta ao país. Ainda foi além, colocando imagens nos arredores do estádio Municipal de Toulouse e revelando que retornou num voo, disfarçado de turista.