12 °C
Mundo

Roma elege sua primeira mulher prefeita

|


Roma eleicao
A jovem advogada Virginia Raggi, do M5S, desbancou por 35 pontos percentuais Roberto Giachett (Foto: Reuters)


A vitória de duas mulheres do partido Movimento 5 Estrelas (M5E) na prefeitura de duas importantes cidades, Roma e Turim, está sacudindo a política da Itália.


O resultado apareceu ainda neste domingo, após eleições em 126 municípios. Em Roma, a jovem advogada Virginia Raggi, do M5S, desbancou por 35 pontos percentuais Roberto Giachetti, do PD. O resultado derrubou a sigla na capital. O partido estava enfraquecido após a saída do prefeito Ignazio Marino — que caiu em meio a um escândalo de gastos e à desorganização na cidade.


Raggi tem 37 anos e é vereadora desde 2013. Defensora de políticas de educação e meio ambiente, prometeu “uma faxina” na capital, destacando o combate à corrupção e aos privilégios a políticos e empresários. Também ganhou manchetes ao propor projetos como teleféricos na cidade e impostos a ciganos.


— Agradeço a todos que gastaram recursos e energia nesta campanha acreditando em uma nova ideia de cidade — celebrou Raggi, primeira prefeita mulher de Roma e a mais jovem chefe de governo da capital.


Já em Turim, Chiara Appendino baseou a sua campanha convencendo seus eleitores a romper com os grandes partidos e propondo uma democracia participativa junto aos cidadãos, tema central do Movimento 5 Estrelas.


Fundado em 2009 pelo humorista Beppe Grillo, a legenda M5E se define como um "não partido". A proposta é colocar cidadãos comuns no poder e estabelecer uma democracia direta utilizando a Internet, o que atrai o eleitorado mais jovem.