- °C
Saúde

O que devemos comer?

|




(LONDRES) Da Redação - Da redação com informações do Health System

A pasta de Saúde do governo do Reino Unido revisou neste fim de maio as recomendações sobre o ideal para uma dieta balanceada, segundo estatísticas e evidências constatadas pelo Sistema Nacional de Saúde.

A nova versão do “Eatwell Guide”, guia britânico que aconselha a população sobre refeições e produtos, listou cinco principais grupos de alimentos que devem constar diariamente na dieta balanceada, além daqueles que podem ser evitados. Confira a seguir a lista.


Gordura/Óleo

Gordura é vital à saúde. Ao contrário do que muitos pensam, deve adicionar-se gordura ao cardápio, mas sempre prestando atenção à quantidade ingerida. Quando consumida em excesso, ela passa a ser um inimigo. No guia, óleos e manteiga são considerados gordura. As não saturadas, como azeite e óleo vegetal, são tidas como mais saudáveis do que as saturadas, banha de porco por exemplo.


Laticínios

Leite, queijos e iogurtes normalmente contêm gordura. Mas possuem boa fonte de proteínas e vitaminas como cálcio - elemento excelente para os ossos. No “Eatwell guide”, especialistas selecionam laticínios como alimentos a ser ingeridos com regularidade. A única precaução é a adição do açúcar em alguns produtos, que pode prejudicar uma dieta balanceada. Iogurte não adocicado, por exemplo, é ótima pedida.


Carboidratos

Gerador de polêmica entre os próprios especialistas do guia. Alguns médicos e nutricionistas entendem que há muita divergência envolvendo alimentos como pasta, pães e batatas. Alguns alertam para o grave perigo do excesso de açúcar na corrente sanguínea, aumentando o risco da diabetes.

Alimentos ricos em amido são boas fontes de energia e devem ser ingeridos na proporção de 1/3 em relação à dieta diária. Eles podem ser substituídos por similares ricos em fibra, como arroz, pão integral e batata-doce.


Proteínas

Carne é a escolha óbvia. Mas peixe, feijão, ovos e nozes, assim como tofu e coalhada de feijão são também excelentes fontes de proteína. É preciso pensar sobre o que mais um alimento pode proporcionar. Carnes vermelhas, em geral, possuem mais gorduras do que as brancas; enlatados de feijão contêm açúcares em níveis assustadores. Cortes magros de carnes podem substituir tortas ou patês.

Peixes oleosos, como salmão e sardinha, são muito bons para uma dieta balanceada. Porém não se deve comer mais do que quatro porções por semana. Eles normalmente chegam ao prato com algum tipo de poluição, vinda do oceano, que pode prejudicar a saúde.


Comidas para evitar

Não é novidade para ninguém: bolos, chocolate, crisps e refrigerantes devem ser cortados radicalmente da dieta diária. Muitos alimentos processados contêm alto índice de sal, gordura e açúcar. Verificar o rótulo da embalagem de alimentos prontos, cereais e sanduíches é o mais certo a fazer para saber o que se está consumindo.

Alimentos feitos em casa, com produtos naturais e caseiros, sempre serão melhores do que os comprados em supermercados.


Sobre calorias

“Eatwell Guide” possui páginas exclusivas para auxiliar homens, mulheres e crianças sobre quantidades ideais de calorias a ser ingeridas. Elas dependerão do ritmo de cada organismo, bem como das medidas de peso e altura. Generalizando, homens devem consumir 2.500 Kcal por dia e mulheres algo em torno de 2.000 Kcal.

Porções são sempre muito importantes quando o assunto é caloria. É possível abusar de fontes saudáveis, portanto, alface e tomate, aí vamos nós!