20 °C
Mundo

Angola descobre importantes jazidas de ouro na Huíla

|

724 Paises Lusofonos Angola 1

Foto: Google / Ouro pode se tornar uma grande fonte de recursos para Angola


(LONDRES) Da Redação - Angola vem realizando um importante e aprofundado estudo sobre as riquezas minerais do país. Já foram descobertas enormes jazidas na província da Huíla e dados preliminares revelam que o território detém 38 dos 50 minerais mais procurados do mundo.


A exploração das jazidas de ouro em Huíla, província localizada ao Sul de Angola, deverá começar em breve, segundo afirmações do governo angolano. A Sociedade de Metais Preciosos de Angola (Somepa), empresa de capitais públicos e privados, já concluiu os estudos de viabilidade e de impacto ambiental e está agora a preparar as condições técnicas e de recursos humanos para o arranque das operações.


O presidente da Empresa Nacional de Ferro de Angola (Ferrangol), que participa no capital da Somepa, explicou à imprensa angolana que os estudos devem estender-se ainda às províncias de Cabinda, Cuanza Norte e Moxico, onde já decorrem operações de extração artesanal de ouro.


A lista de metais existentes no subsolo angolano inclui ouro, ferro, manganês, titânio, crómio, cobre, chumbo, zinco, volfrâmio, estanho, níquel, cobalto, lítio, nióbio, tântalo, ouro, prata, platina e terras raras. O estudo está a cadastrar e elaborar mapas dos recursos minerais existentes. A ideia é, segundo as empresas, repassar a informação sobre as reais potencialidades do país a investidores privados interessados, nacionais e estrangeiros.


O estudo também levou à descoberta e mapeamento de importantes reservas dos mais diversos minérios e à confirmação de outros tantos de que se tinha memória, mas que deixaram de ser explorados depois da Independência, devido à instabilidade política e militar que paralisou setores importantes da economia.


Os dados, que estão sendo recolhidos no estudo, são considerados um dos maiores do gênero realizados em todo o mundo e deverão permitir ao país a exploração racional e sustentável dos recursos minerais.