19 °C
Esporte

Dono da Liga Europa, Sevilla vira jogaço contra Liverpool

|

Sevilla495823

Foto: Reuters / Sevilla comemora título sobre Liverpool


(LONDRES) Patricia Blumberg

O Sevilla é mais do que nunca o dono oficial da Liga Europa. Como em 2015, o time espanhol ganhou de virada a decisão da segunda maior competição europeia, dessa vez por 3 a 1 sobre o Liverpool, e se sagrou o pentacampeão do torneio, sendo os três últimos títulos consecutivos.


Realizada no St. Jakob-Park, na Basileia, a final teve dois tempos opostos, mas terminou com um show de domínio e tranquilidade dos vencedores, treinados pelo Unai Emery.


O título garantiu o time da Andaluzia na Liga dos Campeões da próxima temporada e frustrou os ingleses, que depositavam na final a esperança de dar algum título ao seu torcedor neste ano.


Quem merece aplausos: Coke

Gameiro teve boas chances de se tornar o herói da noite, mas foi Coke quem garantiu o quinto título do Sevilla na Liga Europa. O meio-campista esteve por todo campo, movimentando-se em todos os setores do ataque e sendo preciso e oportunista quando teve chance de finalizar. O camisa 23, capitão dos espanhóis, marcou aos 18min e aos 24min do segundo tempo.


Quem merece vaias: ex-Sevilla, Moreno é avenida no Liverpool

O lateral esquerdo Alberto Moreno foi o pior atleta em campo. Mal posicionado defensivamente e também levando a pior quando no um contra um com os adversários. O defensor contratado pelo Liverpool junto ao Sevilla (2014) foi uma avenida e não contribuiu ofensivamente. Dois dos gols dos espanhóis surgiram no seu setor, fora outras chances perigosas criadas pelo novo pentacampeão europeu.


Rivais de peso

O Sevilla talvez não esteja entre os times espanhóis considerados grandes, mas quando o assunto é Liga Europa ou Copa da Uefa, antigo nome do torneio, ninguém é maior em todo o continente. O clube da Andaluzia é o maior vencedor da história.


Gigante inglês, o Liverpool levou a sério a competição quando a disputou. Eram três títulos, dois nos anos 1973 e 1976 e um em 2001, mesmo número do Inter de Milão e Juventus. Essa foi a primeira derrota dos ingleses numa decisão do torneio.