- °C
Esporte

Rio ganha mais uma área de lazer para turistas e cariocas

|

PRAAMAUEMUSEUDOAMANH


(LONDRES) Da Redação com Brasil2016.gov


Turistas que visitarem o Rio de Janeiro têm agora mais uma atração, e os cariocas que vivem na cidade, mais uma área de lazer.


Foi inaugurado na semana passada mais um trecho da Orla Conde, na revitalizada Zona Portuária, totalmente modificada como parte das obras de legado dos Jogos Olímpicos.



O espaço tem 1 km de extensão, 57 mil metros quadrados e fica entre os armazéns 1 e 6 do porto na Avenida Rodrigues Alves. A área localiza-se onde antes estava o Elevado da Perimetral, que foi demolido no final de 2014 como parte do plano de recuperação do lugar, antes bastante degradado e voltado apenas a trânsito de veículos.


“Era o lugar mais escuro, mais largado mais abandonado, menos aconselhável do Rio de Janeiro. Acho que hoje é um dia especial. As pessoas podem desfrutar da região central, que é a mais democrática da cidade”, afirmou o prefeito Eduardo Paes durante o ato inaugural.



O novo ambiente de lazer tem 153 bancos, 20 lixeiras e 17 painéis de informação. O trecho contará com três pontos de parada do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), que fará viagens nos dois sentidos. Durante a realização dos Jogos Olímpicos, essa parte da Orla Conde será um dos pontos do Bulevar Olímpico, com atrações especiais, shows e telões para transmissão ao vivo das principais competições.


A região portuária abrigará a pira olímpica, que ficará acesa durante o período dos Jogos. É a primeira vez que o símbolo da competição ficará fora de um estádio, acessível gratuitamente ao público.



ORLACONDE

A Orla Conde terá 3,5 km de extensão, ligando o armazém 8 ao Museu Histórico Nacional, no Castelo.

Em abril, o prefeito inaugurou o primeiro trecho, entre a Praça Mauá e a Praça Barão de Ladári, na Rua Visconde de Inhaúma. A área, antes restrita ao uso militar, foi aberta ao público após um acordo entre a prefeitura e o Comando do 1º Distrito Naval.

Na nova Praça Mauá também funciona o Museu do Amanhã, projetado pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava. A instituição tem exposições interativas que refletem sobre o futuro do ser humano e a tecnologia.

Outra atração do local é o Museu de Arte do Rio (MAR), que faz ponte entre passado e futuro da cidade.