- °C
Gastronomia

Risoto de frutos do mar

|

(LONDRES) Por Nathalia Vegi



Escolhi fazer Risoto Frutos do Mar, com camarão e Lula. Na verdade era para ter só camarões, mas como tinha lulas em casa, resolvi colocá-las também. Afinal com frutos do mar a mais do que o previsto, o máximo que pode acontecer é ficar mais gostoso ainda.


Para você que também tem medo de errar, não se preocupe, siga exatamente o passo a passo e verá que não é nenhum bicho de sete cabeças, para ser sincera achei muitíssimo fácil elaborar o risoto. Então mãos à obra.


Ingredientes

  • 300 g de arroz arbóreo
  • 3 colheres (sopa) manteiga
  • 1 xícara de vinho branco seco
  • ½ kg de camarões (usei o sete-barbas, mas você pode fazer com o cinza que é um pouco maior ou até mesmo com o Rosa VM ou VG.)
  • 300 g de anéis de Lula (Caso queira fazer sem elas, também pode)
  • folhas de manjericão e salsa a gosto
  • azeite para dourar os camarões e a lula e a cebola
  • 1 L de caldo de legumes
  • 1 cebola média cortada em brunoise
  • sal a gosto
  • pimenta-do-reino a gosto



Modo de preparo

  1. Numa panela antiaderente refogue cebola num pouco de azeite e manteiga até que ela murche levemente.
  2. Acrescente arroz (sem lavar) e refogue rapidamente antes de colocar o vinho.
  3. Coloque vinho branco. (Quando adicionar o vinho, o fogo deve estar médio, assim que levantar fervura, abaixe totalmente e mexa até que o vinho quase evapore por completo. Mantenha o fogo de baixo a médio até o final do cozimento do risoto. Atenção: Não deixe que o vinho evapore totalmente para não grudar o arroz na panela, quando estiver começando a ficar cremoso e quase seco é hora de começar a adicionar o caldo).
  4. Vá adicionando, com o auxílio de uma concha, o caldo de legumes aos poucos. (Adicionei uma concha de caldo de cada vez, à medida em que estava quase secando e assim sucessivamente até utilizar todo o caldo. Mexer o arroz o tempo todo é viável, pois o movimento de um grão “batendo” no outro faz com que o amido que os envolve se solte mais facilmente, aumentando a cremosidade).
  5. Enquanto coloca o caldo aos poucos e mexer, o arroz vai cozinhando. Permaneça no processo de adicionar o caldo, mexer e esperar secar até que fique “al dente”. (Para que se tenha uma ideia de tempo de cozimento do risoto, o arroz demora em média de 20 a 25 minutos até que chegue ao ponto correto, que é desde o momento em que se coloca o vinho branco até quando se coloca a última concha de caldo de legumes e ela está quase secando.)
  6. Em outra panela, bem quente e com um fio generoso de azeite, salteie camarões cortados ao meio longitudinalmente e lulas cortadas em anéis. Deixe também alguns inteiros, para compor o prato. Adicione folhas de manjericão e salsa, enquanto os estiver dourando para que aromatize o prato. Quando o camarão mudar de cor tempere com sal e pimenta. (Atenção: Adicione lulas na frigideira para dourar apenas quando os camarões estiverem quase no ponto, pouco antes de temperar com sal e pimenta, pois a lula cozinha mais rápido. Se colocar tudo junto, corre o risco de ela ficar “borrachuda” até o camarão chegar no ponto. É importante dizer também, que tanto camarões como lulas costumam soltar água quando se vai salteá-los, caso isso aconteça, escorra a água antes de adicioná-los ao risoto.)
  7. Junte o refogado de camarão e lula ao risoto e misture bastante.
  8. Corrija o sal do risoto (cuidado, pois o camarão e a lula já estão temperados).
  9. Desligue o fogo do arroz, coloque 3 colheres de manteiga e mexa bem.