16 °C
Home

Partido Trabalhista vence eleições municipais em Londres, mas perde espaço no legislativo

|

Labourpartylogo


(LONDRES) Da RedaçãoSadiq Khan, do Partido Trabalhista britânico (Labour Party), é o novo prefeito de Londres. O partido permaneceu na liderança da Assembleia municipal na capital inglesa, mas perdeu espaço nos parlamentos da Escócia e do País de Gales onde outros partidos, como Conservador e UKIP, aumentaram presença.

Segundo os resultados oficiais, o Partido Trabalhista perdeu espaço na Escócia e, apesar de permanecer na liderança do parlamento no País de Gales, teve baixa no número de assentos, enquanto outras siglas avançaram.


O Partido Nacionalista (SNP) escocês ganhou as eleições autônomas ao ficar com 63 das 129 cadeiras em disputa, embora tenha perdido a maioria absoluta. Os conservadores se confirmaram como maior partido da oposição no Parlamento de Edimburgo, com 31 cadeiras (16 mais que os obtidos nas eleições de 2011), em detrimento do Partido Trabalhista, que ficou relegado à terceira maior força parlamentar com 24 deputados, o que significa uma perda de 13.


Os trabalhistas galeses seguem como os mais votados e voltarão à Assembleia com 29 deputados, um a menos do que na última eleição. Após a apuração, o que mais chamou a atenção foi o notável avanço do eurofóbico e xenófobo Partido da Independência do Reino Unido (UKIP), que entrará na Assembleia de Gales pela primeira vez com sete deputados.


Nas eleições de 2015, os grandes derrotados já haviam sido os trabalhistas e os liberais-democratas. Os primeiros, praticamente varridos do mapa político da Escócia, perderam mais de 25 assentos.

Todo esse resultado implica que o Reino Unido realizará esse ano um referendo sobre a sua permanência na União Europeia e o primeiro-ministro David Cameron, desde o ano passado, tenta acalmar as pressões dos setores mais eurófobos do seu partido para se manter na UE. O referendo acontece dia 23 de junho.