19 °C
Comportamento

Você sabe como conviver em grupo no mundo virtual?

|


Amigosmundodigital


(LONDRES) Por Alloyse Boberg - Viver numa Era em que a comunicação é disponível em qualquer lugar pode ser muito positivo por um lado: pessoas se comunicando o tempo todo, podendo trocar ideias e ampliando seu conhecimento.

Mas, como tudo na vida (e na história da humanidade) que representa um novo caminho, é preciso ter cautela. Um dos pontos que não contribuem para uma comunicação eficaz, justamente na Era da informação, é que as pessoas nem sempre sabem como utilizar bem as ferramentas de comunicação existentes.


Um exemplo disso são os grupos criados nas redes sociais e aplicativos. Quantas vezes você já perdeu tempo buscando compreender quem lhe adicionou em determinado grupo do Facebook? Ou para que serve aquele grupo de Whatsapp? E com qual finalidade está, realmente, sendo utilizado? Sim, a coletividade virtual, assim como na vida real, exige educação e até etiqueta. Existem dois fatores que tornam os grupos virtuais em locais de pessoas que mais atrapalham do que contribuem com o seu dia.


Um desses motivos é que no mundo virtual parece não haver regra, portanto, uma pessoa que quer ofender, praguejar, estressar o colega, sacanear um parente pode fazer isso que não vai levar um tapa. Quer dizer, pelo menos, não imediatamente. Esse também é o motivo pelo qual as pessoas compartilhar pornografia, correntes, imagens de acidentes ou enfermos.


A outra razão pela qual as pessoas não sabem utilizar bem os grupos virtuais é que se eles existem para as pessoas se comunicarem, por que não utilizá-los?

A diferença entre utilizar com parcimônia as plataformas de comunicação e fazer desses grupos um local indesejado (tornado a pessoa também indesejada) é a maneira como se olha para suas possibilidades comunicativas. Você não vai telefonar para um amigo a uma hora da manhã, certo? Mas, por que você acha que pode mandar aquela imagem engraçadinha nesse horário, pelo Whatsapp?


Não existem regras para utilizar os grupos das redes sociais e aplicativos, mas uma caminho para se fazer isso sem prejuízos (e não ofender ninguém) é imaginar que você terá a mesma comunicação no mundo virtual que fora dele. Parece um pouco chato isso porque a comunicação no mundo virtual é tão mais rápida e despretensiosa, não é mesmo?

Para aqueles que estão dispostos a tornar sua comunicação mais clara e útil, aí vão algumas sugestões de como se usar a comunicação na coletividade virtual:


1) Entenda onde você está.


Você foi adicionado para aquele grupo da empresa? Perfeito! Esse é o momento de se comportar como um profissional. Deixe de lado as brincadeiras, as fotos engraçadas, qualquer assunto sexual. Entenda sempre o propósito de cada grupo que você está e compartilhe apenas ideias referentes àquele grupo.


2) Se você está em família.


Ao contrário do que muita gente acredita, a família não é o local mais seguro para se falar tudo o que pensa. Pelo contrário! Pode ser um campo minado de brigas e intrigas. Isso porque as pessoas acreditam que como elas têm intimidade podem se meter na vida um dos outros. Se faça de fina(o) e compartilhe apenas o essencial.


3) Com amigos íntimos.


Aí sim, você pode compartilhar o que quiser. Mas, apenas com os íntimos de verdade, que vão entender que você é um sem noção que vai mandar aquele áudio bêbado no Whatsapp às três da manhã.


4) Para tudo tem um horário.


Quando você era pequeno sua mãe dizia: “está na hora de ir para a cama.” No mundo virtual também é assim, apesar das pessoas parecerem não desligar nunca. Há pesquisas que apontam que um dos grandes motivos de insônia ultimamente é que as pessoas não conseguem desgrudar do celular nem para dormir. Então, entenda que tudo bem você passar oito horas (enquanto deveria estar dormindo) sem seu celular. Mas, se você não consegue entender isso, busque compreender que existem amigos seus que dormem.



Com essas dicas simples (muito simples, na verdade) você não corre o risco de ser retirado de grupo nenhum.