12 °C
Europa

Primeiros imigrantes começam a ser deportados da Grécia para Turquia

|


Foto1Imigrantes

Petros Giannakouris - AP / Imigrantes são levados de barco de ilhas gregas para a Turquia, como parte de acordo 




(LONDRES) Da Redação - Os primeiros imigrantes começaram a retornar da Grécia para a Turquia na manhã de segunda-feira (4). Diversos barcos partiram da ilha de Lesbos e Chios e chegaram em Dikili. A volta dos imigrantes faz parte do polêmico acordo assinado recentemente entre a União Europeia (UE) e a Turquia.


Segundo o tratado, a Turquia, um dos principais pontos de entrada de refugiados que buscam asilo na Europa, comprometeu-se a reforçar a segurança de sua fronteira. Em troca, o país receberá ajuda financeira de seis bilhões de euros. Além disso, o acordo prevê que que imigrantes ilegais na Europa sejam enviados para a Turquia, caso não peçam asilo ou tenham seu pedido de asilo negado.

Prevê também que a União Europeia receba um sírio vivendo na Turquia para cada imigrante vivendo irregularmente na 

Europa deportado, e maior velocidade na emissão de vistos a turcos e na análise da entrada do país no bloco europeu,


Na manhã de segunda-feira, mais de 130 imigrantes já tinham retornado da Grécia para a Turquia. Os imigrantes chegaram nas ilhas gregas transportados em ônibus e escoltados por policiais da Frontex, agência de fronteiras da UE.

A maioria dos imigrantes é do Paquistão e Bangladesh. Também há cidadãos do Sri Lanka e Congo. Não foram vistas mulheres e crianças embarcando. Segundo relatos, a deportação transcorreu sem incidentes, mas houve protestos na Grécia.



Os imigrantes sírios que estiverem no grupo serão enviados para Osmaniyev, no sul da Turquia. Já pessoas de outras nacionalidades ficarão em centros de deportação para serem devolvidos para seus países. A Turquia abriga hoje cerca de 2,5 milhões de refugiados, a maioria sírios que fogem da guerra civil em seu país.