11 °C
Empregos

Como escrever o 'summary'

|

Linkedinbnnpsummary


(LONDRES) Por Siomara Jubert - É fácil entender a razão pela qual a maioria das pessoas escrevem um pouco a respeito de si mesmas com o objetivo de chamar a atenção dos que lêem seu currículo ou LinkedIn. O problema aparece quando os outros 100 candidatos dizem a mesma coisa. Acertar a medida certa é que é o truque.


Tanto no CV como no LinkedIn, dizer que é trabalhador, confiável, bom comunicador - e a lista não acaba por ai - não inspira veracidade. Imagine-se no lugar do recrutador: estes adjetivos não são uma confirmação das suas habilidades.


O ‘resumo’, ou ‘summary’, em inglês, é, como sempre digo, opcional no CV. Para decidir se coloca esta parte veja primeiro quantas páginas tem o seu CV. Há espaço suficiente para o parágrafo extra? Lembre-se que o currículo não deve passar de duas páginas. Seria melhor colocar estes detalhes na covering letter? Outro detalhe, não escreva um resumo com mais do que dois parágrafos.


No entanto, o summary é essencial no LinkedIn - voltaremos a este ponto mais adiante.


No CV


Você precisará de evidências para confirmar suas habilidades e experiência. Isto sim definirá quem você realmente é como profissional.


Dependendo da maneira como se escreve, fica subentendido que você é trabalhador, tem um dom para comunicação ou que trabalha bem em um time, enfim, o texto dirá mais sem necessariamente mencionar as palavras acima para se descrever.


O summary no CV não é o seu histórico profissional resumido. Pelo contrário. Foque nos cargos mais recentes. Comece pela sua escolha profissional, qual a sua paixão? E depois passe para as suas aspirações profissionais.


Qual é o seu diferencial? Pense nas suas qualidades - gosta de lidar com o público? Ou gosta de resolver problemas? Em seguida, coloque uma curta descrição da sua experiência focando no que é relevante para o cargo para o qual está se candidatando.


Finalmente, para fechar, caso tenha se mudado para o Reino Unido, deixando a sua terra de origem para trás, descreva o motivo brevemente. Escolha algo positivo, mesmo que o motivo real não seja. Foi por causa do idioma? Cultura? Oportunidades? Enfim, um montão de pontos positivos para explicar a sua escolha pela terra da rainha.


A diferenca entre o summary no CV e LinkedIn


No LinkedIn o summary é compulsório. Um perfil completo tem mais chances de ser 'pescado' numa busca feita por um empregador ou recrutador, além de ser mais atraente.


No CV a linguagem é mais formal. Em geral, o candidato tem uma idéia de quem irá ler ou sabe um pouco da empresa para a qual está se candidatando, e por isso escreve no tom adequado.


No LinkedIn é um pouco diferente. É uma mídia social. Todo mundo que tem acesso a internet pode acessar o seu perfil no LinkedIn.


Com isto em mente, imagine que você esta conversando com alguém sobre si mesmo - um pouco como acontece durante uma entrevista de emprego. É um tom mais amigável, porém profissional. Uma linguagem mais descontraída e que reflete o seu estilo, como você é e como fala.


Descreva em poucas linhas sua experiência passada. Foque no que é importante para você e sua carreira, agora e no futuro.


Para terminar, coloque seus principais objetivos e o que almeja profissionalmente e, assim como no CV, descreva o motivo da sua mudança para o Reino Unido - se for este o seu caso.


Para acertar na medida, siga o coração mesmo. Como se sente profissionalmente, seus objetivos, paixões, o que te entusiasma na sua área. Para um empurrãozinho extra, lembre-se dos seus sucessos e conquistas profissionais.


Para resumir, se você quer adicionar o summary no CV, escreva algo autêntico, intrigante, interessante e cativante, ou seja, que tenha relevância.


--

Para ler mais dicas acesse:

www.movingforward-cvandcareercoach.com