18 °C
Portugal

Portugal tem primeira suspeita de zika por transmissão sexual

|


Zikavirus


(LONDRES) Da Redação - Depois dos EUA, Itália, França, Argentina e Nova Zelândia, foi a vez da Ilha da Madeira notificar um "provável" caso de transmissão do vírus zika por via sexual.

A suspeita envolve uma mulher que pode ter sido infectada pelo companheiro. Se confirmado, o caso pode comprovar que o vírus pode ser transmitido por relações sexuais e permanece no sêmen várias semanas após a infeção passar, pois o homem já não apresentava sinais da doença.


As autoridades de saúde da região notificaram ainda uma infecção numa mulher que voltou do Brasil, onde já foram registrados mais de 1,5 milhão de casos.

Segundo as autoridades de saúde, não há razões para alarme no momento, uma vez que não foi identificada e presença do mosquito nas últimas semanas.


No total, são 14 os casos reportados em Portugal, e 13 vindos de outros países, nos quais a infecção ocorreu no exterior.

O comunicado do Instituto de Administração da Saúde e Assuntos Sociais madeirense aconselha os homens que voltam de países afetados pelo vírus e que apresentam sintomas - mesmo sem confirmação laboratorial - a realizarem tratamento e a utilizarem preservativo nas relações sexuais durante seis meses. Caso não apresentem alterações, a recomendação é utilizá-lo por 28 dias.