5 °C
Turismo

Conheça 10 cidades para visitar e não pesar no bolso

|

(LONDRES) - Por Elizabeth Gonçalves, do e-Dublin - Fomos pesquisar dez destinos de férias que saem muito mais em conta do que cidades como Paris, Oslo, Nova Iorque, Estocolmo, Sydney ou Londres. Aliás, em um levantamento recente, feito pelo TripAdvisor, que lista as cidades mais caras e mais baratas do mundo, a capital britânica foi eleita a que mais pesa no bolso do viajante, já que os preços com hospedagem, comida e bebida são bem elevados.

Mas, como nosso intuito aqui é desvendar os destinos de baixo custo, fique por dentro de quais são as 10 cidades mais econômicas para curtir umas boas férias!



1 – Jacarta, Indonésia 


Jacarta

Foto: e-Dublin/Wikipedia 


Jacarta é a cidade mais populosa do sudeste asiático, o que a transforma em uma agitada metrópole, onde é possível se deparar com um mix de riqueza e pobreza, além de pessoas de todos os cantos do mundo. A cidade também é conhecida por possuir uma das melhores vidas noturnas na Ásia. Ao mesmo tempo, possui o pior trânsito do continente.



2 – Bancoc, Tailândia


A cidade, que mistura tradição e modernidade, oferece vida noturna intensa, templos budistas e palácios majestosos, mercados flutuantes, artesanato rico, prédios ultra modernos e diversões, que vão desde shows eróticos até spas de primeira linha pra você relaxar.

A cidade é reconhecida pela hospitalidade do povo local, sem falar que sua atmosfera pode ser comparada a de grandes metrópoles, como São Paulo e Nova Iorque.



3 – Sófia, Bulgária


Sófia é uma das cidades favoritas para os viajantes de baixo orçamento e figura regular nas listas que elegem os destinos mais baratos da Europa. O centro histórico da capital búlgara é marcado por uma inusitada mistura de arquitetura otomana, soviética e europeia. As imponentes igrejas ortodoxas e mesquitas convivem lado a lado com construções modernas. A cidade é a terceira capital mais antiga do continente e abriga um povo alegre e hospitaleiro.



4 – Cidade do Cabo, África do Sul


Cidadedocabo

Foto: e-Dublin/New York Times 


Essa é a segunda maior cidade da África do Sul e um dos dez destinos turísticos mais procurados do mundo. Recheada de belas trilhas, parques e praias badaladas, a Cidade do Cabo é repleta de atividades outdoor. Isso sem falar na infinidade de bares, restaurantes e lojas ao redor da cidade.

5 – Kuala Lumpur, Malásia


A capital da Malásia tem a fama de ser uma cidade agitada com uma ótima gastronomia, o que contrasta com seu passado miserável, que atualmente cedeu lugar a uma metrópole culturalmente diversificada.



6 – Praga, República Tcheca


Praga

Foto: e-Dublin/Wikipedia 


Com 1,3 milhão de habitantes, a capital da República Tcheca tem no turismo a sua principal atividade econômica, o que se revela nas centenas de hotéis e restaurantes a preços módicos.



7 – Budapeste, Hungria


Outro lugar com excelente custo-benefício, Budapeste é considerada uma das cidades mais encantadoras da Europa, com uma bela arquitetura.

Buda e Peste são divididas pelo rio Danúbio e apresentam características bem diferentes. Enquanto Buda abriga uma colina, Peste é plana e concentra diversas lojas, hotéis, parques e restaurantes.



8 – Varsóvia, Polônia


Apesar de barata, Varsóvia não é um destino que figura entre os mais visitados pelos turistas no velho continente. Talvez isso se deva ao passado sombrio da capital polonesa durante o domínio nazista e também à ocupação soviética. Mesmo assim, a cidade é cheia de encantos e, sem dúvida, vale a pena ser visitada. Lembramos, também, que seu centro histórico, além de belíssimo, é patrimônio mundial da UNESCO desde 1980.



9 – Pequim, China


Com 20 milhões de habitantes, essa é, sem dúvida, a cidade que mais cresce no mundo. Após as Olimpíadas de Pequim está mais fácil circular pela cidade, já que muitas informações, como placas e até menus de restaurantes, agora estão escritas em inglês.



10 – Istambul, Turquia




Graças à desvalorização da moeda local, a Turquia está se tornando um destino mais acessível para os turistas. Com cerca de 12 milhões de habitantes, Istambul é dividida pelo estreito de Bósforo, que também marca a divisão dos continentes europeu e asiático. Por ter sido a capital de vários impérios ao longo dos séculos, a cidade ganhou um rico e diversificado legado.