3 °C
Notícias

Piccadilly Line: condutores querem greve de três dias em março e abril

|


Eastbound Piccadilly Line platform at Earls Court tube staiton 01


(LONDRES) - Por Ulysses Maldonado - Três greves de 24 horas vão acontecer de segunda a sexta-feira, entre março e abril, com passageiros sob risco de sofrer atraso significativo em sua jornada.



O sindicato RMT se queixou de uma “ruptura das relações trabalhistas” e disse que as preocupações sobre uma “frota da linha Piccadilly em condições precárias de envelhecimento” foram ignoradas. Uma votação de 367 operadores de trem terminou em 180 votos a favor de uma paralisação, com resultado de 85% para a greve.



Os condutores da Piccadilly Line farão a primeira paralisação de 24 horas a partir das 9h do dia 23 de março. Duas outras greves estão previstas a partir do meio-dia de 19 e 21 de abril.



A Transport for London (TFL) disse que a decisão é “decepcionante” e “desnecessária”.



As datas das greves serão:


1. De 9h de quarta-feira (23 de março) até 9h de quinta-feira (24 de março) 

2. De 12h de terça-feira (19 de abril) até 12h de quarta-feira (20 de abril)

3. De 12h de quinta-feira (21 de abril) até 12h de sexta-feira (22 de abril)



A RMT disse que há “uma falta de consistência da administração local quando se trata de abordar as questões de longa duração que impactam a Piccadilly Line, como o principal sindicato de condutores e a RMT já levantaram em diversas ocasiões durante anos.”



A linha é a quarta mais congestionada da rede de metrô de Londres e é alvo de preocupações sobre a segurança dos passageiros. Em janeiro, uma porta se abriu enquanto um trem estava em movimento durante trajeto até o aeroporto de Heathrow. A TFL afirmou que o episódio foi um “incidente isolado”.