11 °C
Notícias

Portugal está entre os cinco países a dar mais tempo de licença parental aos homens

|

Licencapaterna


(LONDRES) - Com Expresso - Portugal é o quinto país da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) a dar mais tempo de licença parental paga ao pai, já que eles podem usufruir de 21 semanas para cuidar do filho.


De acordo com um relatório recente da organização, divulgado a propósito do Dia Internacional da Mulher, além de ser o quinto país que mais oferece tempo para ficar em casa depois do nascimento da criança entre 23 nações fazem parte da organização, é um dos poucos onde a taxa de uso da licença parental pelo homem ultrapassa os 40%.


Na lista elaborada pela OCDE, a Coreia do Sul surge em primeiro lugar, com 53 semanas. Seguem-se o Japão (52 semanas), a França (28 semanas) e Luxemburgo, com 26 semanas de licença exclusiva para os pais.


De acordo com a organização, três quartos dos países da OCDE dão, pelo menos, alguns dias de licença remunerada a ser usada exclusivamente pelo homem. Em 12 dos 23 países, a licença específica do pai dura dois meses ou mais. No Japão e na Coreia, esta licença pode ultrapassar um ano.


A organização internacional refere ainda que todos os países pertencentes à OCDE, com exceção dos Estados Unidos da América, oferecem uma licença-maternidade paga com duração de pelo menos 12 semanas, e mais da metade concede uma licença remunerada ao pai, quando a criança nasce.