14 °C
Mundo

​Cabo Verde é sede de encontro de escritores da língua portuguesa

|


ArmnioVieiraecsritorcaboverdianopresentenoencontro

Arménio Vieira, escritor caboverdiano


(LONDRES) Por Redação - Começou na segunda-feira (1º) a sexta edição do Encontro de Escritores de Língua Portuguesa na cidade de Praia, capital de Cabo Verde, o evento tem participação de 34 autores de oito países e de Macau, região administrativa da China.

Organizado pela União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (Uccla), que reúne 40 cidades lusófonas na América, na Europa, na África e na Ásia, o evento acontece anualmente desde 2010.

Segundo Rui Lourido, coordenado cultural da Uccla, o evento visa a aproximar culturalmente os países falantes do português e a ressaltar a importância e riqueza da língua.


“Nas cinco edições do evento conseguimos reunir um conjunto extraordinário de literaturas, o que mostra que a língua portuguesa não deve nada a outros idiomas” declarou.

A escolha de Cabo Verde para receber o encontro teve como objetivo incentivar a literatura local e principalmente os jovens escritores. Haverá uma sessão dedicada a prestigiar os autores cabo-verdianos e 18 deles estarão entre convidados no evento.


Em virtude das dificuldades e dos custos que precisam ser enfrentados para a publicação de um livro, neste ano, está sendo lançado o Prêmio Uccla, voltado a autores sem obras publicadas de todos os países de língua portuguesa.

Podem concorrer contos, novelas, poemas e outros tipos de literatura, contanto que sejam inéditos. O autor vencedor será convidado a participar da sétima edição do encontro no ano que vem.

O júri será composto por Antonio Carlos Secchin (Brasil), José Luís Mendonça (Angola), Germano de Almeida (Cabo Verde), Inocência Mata (São Tomé e Príncipe), José Pires Laranjeira, José Augusto Bernardes e Isabel Pires de Lima (Portugal).

As inscrições para o prêmio ainda estão abertas e podem ser feitas pelo site www.uccla.pt/premio-literario-uccla