11 °C
Notícias

Em seis meses, portugueses gastaram mais de €1 bi em loterias

|

BN681_Portugal_Loterias

(PORTUGUAL) Do DN - O Euromilhões deixou de ser o jogo preferido dos portugueses. Os apostadores que sonham ganhar milhões procuram agora a sorte na Raspadinha. A Loteria Instantânea representou nos primeiros seis meses do ano quase metade (48,5%) das vendas de jogos sociais. Essa alteração é acompanhada da subida nas vendas das loterias. Os resultados do primeiro semestre de 2015 mostram que foram vendidos jogos da SCML (Santa Casa da Misericórdia de Lisboa) no valor de 1.016.700 de euros. "Um aumento de 14,6% face ao mesmo período do ano passado", aponta o vice-provedor da SCML, Fernando Paes Afonso.


Na apresentação dos resultados, o também administrador executivo do Departamento de Jogos explicou o aumento "maior do que o esperado" das vendas com "uma intensidade maior da recuperação econômica, que tem tido um crescimento. O primeiro trimestre foi bom e o segundo ainda foi melhor. O consumo aumentou e isso se nota no jogo. É um sinal de que a economia portuguesa está a melhorar e as pessoas estão a sentir isso".


O sucesso da Loteria Instantânea, que cresceu 58,7%, pode justificar-se também pelo "aumento da base de apostadores", já que foram "alargados os jogos dentro da raspadinha", havendo opções que vão desde 1 euro de aposta até 10 euros. Além disso, esse tipo de jogo "é muito eficiente a canalizar o jogo ilegal da rede física para o jogo legal", acrescenta Fernando Paes Afonso. E tem "um resultado imediato. Não tem de se esperar pelo sorteio, e as pessoas gostam disso e até da componente de convívio que gera", aponta o responsável do departamento de jogos.