16 °C
Mundo

Agência da ONU confirma que 2014 foi o ano mais quente da história

|

Mat01_page12

Edgard Júnior
Rádio ONU


 


A Organização Mundial de Meteorologia confirmou que 2014 foi o ano mais quente da história. A OMM disse que 14 dos 15 anos com temperaturas mais altas foram registrados neste século.


Segundo a agência da ONU, padrões climáticos arrasadores e aumento das temperaturas vão continuar num futuro próximo com a continuidade do aquecimento global. Um relatório da OMM revela que a temperatura média global do ar sobre a superfície terrestre e sobre os oceanos foi 0,57º C maior do que a média de 14º C registrada entre 1961 e 1990, utilizados como referência no cálculo.


 


Diferença Pequena


O secretário-geral da organização, Michel Jarraud, explicou que " a tendência global de aquecimento é mais importante do que a classificação de um ano específico".


Ele disse que "a análise dos dados mostra que 2014 foi realmente o ano mais quente já registrado, mas que a diferença entre os três primeiros colocados é muito pequena".


Em comparação, 2014 é seguido de perto pelos anos de 2010 e 2005 que tiveram uma alta de 0,55º C e 0,54º C, respectivamente.


 


Oceanos


A OMM informou que a alta temperatura dos oceanos contribuiu para fortes chuvas e enchentes em vários países e extrema seca em outros. A agência disse que cerca de 93% do excesso de energia presa na atmosfera pelos gases que causam o efeito estufa acabam nos mares.


Por isso, a agência diz que "os elementos que causam o aquecimento dos oceanos são a chave para que se possa compreender o sistema climático".


A Organização Mundial de Meteorologia explica que as mais altas temperaturas ocorreram na ausência do El Niño, fenômeno climático que acontece quando as águas do pacífico estão mais quentes do que a média.


O relatório final da OMM sobre o Estado do Clima 2014, com detalhes das tendências regionais e eventos extremos, será divulgado no mês que vem.