12 °C
Notícias

Quer emagrecer? Saiba seis coisas imporantes sobre a sua tireoide

|

hipo

A tireoide é uma glândula em forma de borboleta localizada no pescoço abaixo do “pomo de adão”, ela é a glândula encarregada de produzir energia. Você pode pensar na tireoide como um pedaço fundamental em uma máquina complexa, cada célula do seu corpo tem receptores para os hormônios da tireoide. O hipotireoidismo, ou baixa função da tireoide, é uma epidemia silenciosa, de acordo com muitos médicos. Segundo estatísticas, 90% das pessoas com hipotireoidismo têm tireoidite de Hashimoto, uma doença auto-imune na qual o sistema imunológico ataca o tecido tireoidiano. Portanto, para tratar a tireoidite, hipotireoidismo ou qualquer condição auto-imune, você tem que chegar à origem do desequilíbrio; concentrar-se na supressão dos sintomas com a medicação é simplesmente tentar apagar fogo com gasolina como digo aos meus pacientes.


 


Pontos que devem ser avaliados em pacientes com hipotireoidismo:



  1. Redução ou eliminação da cafeína e açúcar, incluindo carboidratos refinados, como farinha, que o corpo trata como o açúcar.


 



  1. As proteínas transportam hormônios tireoidianos para todos os seus tecidos e incluí-las em cada refeição pode ajudar a normalizar a função da tireoide. Alimentos que contém proteína incluem nozes, castanhas, manteigas vegetais, quinoa, carne, peixe, frango e leguminosas.


 



  1. As gorduras e o colesterol são seus amigos, sendo este último, precursor de vários hormônios. Se você está não consome gorduras, pode estar agravando o desequilíbrio hormonal. Gorduras saudáveis incluem óleo de oliva, manteiga ghee, abacate, sementes de linhaça, peixes, nozes e coco.


 



  1. Nutrientes. Enquanto deficiências nutricionais podem não ser a causa de hipotireoidismo, não ter níveis adequados de vitaminas e minerais pode agravar os sintomas: vitamina D, ferro, ômega-3 ácidos graxos, selênio, zinco, cobre, vitamina A, vitaminas do complexo B, e iodo são importantes para a produção hormonal. Avalie os níveis destes nutrientes.


    Em relação a vitamina D: valores abaixo de 32ng/ml contribui para a piora da disfunção hormonal. Procure uma nutricionista funcional para fazer o exame.


    Ômega-3, encontrados em peixes, sementes de linhaça e nozes, são importantes para a síntese de hormônios que controlam a função imunológica e crescimento celular, ainda, são fundamentais para a função da tireoide, e melhorar a capacidade de resposta aos hormônios tireoidianos.



 



  1. O glúten pode aumentar o ataque auto-imune em sua tireoide. Escolha com a nutricionista alimentos sem glúten saudáveis, que você gosta para incluir no cardápio.


 



  1. A glutationa é um poderoso antioxidante que fortalece o sistema imunológico e é um dos pilares da luta contra a tireoidite de Hashimoto, ela pode aumentar a capacidade do seu corpo para modular e regular o sistema imunológico. Enquanto poucos alimentos contêm glutationa, existem alimentos que ajudam o corpo a produzi-la: aspargos, brócolis, pêssego, abacate, espinafre, alho, abóbora, uva, e ovos.


 


 


*Priscila é nutricionista funcional e mestre em nutrição pela Universidade Federal de santa Catarina