14 °C
Home

Saiba qual é o nome mais popular no Reino Unido em 2014

|

Mat01_Page03

Você apostaria em Muhammad como o nome mais popular para recém-batizados no ano em todo o Reino Unido? Pois bem, o nome de origem árabe está frente até mesmo de Oliver ou Jack, segundo dados divulgados pelo site "BabyCentre". A lista elaborada pela página eletrônica aponta Sophia como o nome preferido entre as meninas. O "Babycentre" já vinha constatando há algum tempo um aumento da popularidade de nomes árabes como Nouri, Maryam, Omar, Ali e Ibrahim.


 


 


Após Oliver e Jack liderar a lista de nomes durante os últimos anos, Muhammad, que significa "Louvado" em árabe e pode ser inscrito de dez maneiras diferentes, assumiu a liderança em 2014, cinco décadas após entrar na lista dos cem nomes mais comuns do Reino Unido. Entre as meninas, Sophia, Emily e Lily são os nomes mais utilizados para as meninas recém-nascidas neste ano.


 


A diretora do "BabyCentre", Sarah Redshaw, afirmou que com o aumento dos nomes árabes, além de Aarav, de origem indiana, os cem nomes mais populares no Reino Unido mostram "a maior diversidade dos últimos tempos".
A organização também detectou a influência das séries "Game of Thrones" e "Breaking Bad" na hora dos pais escolherem os nomes dos filhos.


 


Os nomes Skyler, Jesse e Walter aumentaram sua popularidade em função de "Breaking Bad", enquanto Emilia, Daenerys e Tyrion cresceram no Reino Unido por influência de "Game of Thrones. Já o nome Piper, personagem da série "Orange is the new black", aumentou 267% em 2014.


 


Além disso, David e Victoria Beckham continuam ditando moda e os nomes de seus filhos, Harper, Romeo e Cruz, também se encontram entre os cem mais utilizados. A popularidade dos nomes dos integrantes da Casa Real britânica diminuiu neste ano e George, Harry e William ficaram relegados a um segundo plano. Alguns dos nomes mais curiosos foram London, Blue, Hendrix, Prince ou King. A listas é baseada nos nomes escolhidos por 56.157 membros do "BabyCentre" que tiveram uma criança em 2014.